BESSA GRILL
Início » Esportes » Tigre não volta a campo no segundo tempo, e São Paulo é campeão da Sul-Americana

Tigre não volta a campo no segundo tempo, e São Paulo é campeão da Sul-Americana

13/12/2012 02:03

A final da Copa Sul-Americana entre São Paulo e Tigre entra para a história como um jogo que não teve fim, porém teve um campeão: o Tricolor. Acusando a Polícia Militar de tê-los ameaçados com armas de fogo no vestiário, os jogadores do time argentino se recusaram a voltar para o segundo tempo, e o árbitro chileno Enrique Osses se viu obrigado a suspender a partida. O placar marcava 2 a 0 para o Tricolor. Os jogadores são-paulinos relataram que os rivais tentaram invadir o vestiário dos donos da casa para partirem para briga.

A Conmebol ainda não se pronunciou, mas, em tese, prevalece a decisão do árbitro, de ter encerrado a partida no intervalo.A confusão começou no campo, logo após o fim do primeiro tempo, quando o atacante Lucas passou pelo lateral-esquerdo Orban oferecendo a ele, de forma irônica, o chumaço de algodão que estancava o sangramento em sua narina direita. Lucas havia sido atingido pelo argentino pouco antes.Não demorou para que jogadores do Tigre cercassem o camisa 7 do São Paulo. A confusão foi generalizada.O técnico Nestor Gorosito, em entrevista à ESPN Argentina, acusou os policiais de terem ameaçado seus jogadores com armas de fogo.

Na terça-feira, houve uma polêmica: o Tricolor impediu o Tigre de treinar no Morumbi, sob alegação de que o gramado, castigado após a realização de um show da cantora Madonna, precisava ser preservado. Os argentinos tiveram de treinar no Canindé.Horas antes do jogo no Morumbi, mais confusão. Os jogadores do Tigre tentaram fazer o aquecimento no gramado, mas foram novamente impedidos, desta vez com truculência, por seguranças do São Paulo.

Em campo, o São Paulo se mostrou superior ao Tigre durante toda a primeira etapa. O time tomava a iniciativa, mas encontrava uma forte marcação pela frente.Os gols da partida foram marcados por Lucas e Osvaldo.