BESSA GRILL
Início » Notícias » Tentaram matar funcionário da Assembleia Legislativa e Acidente mata idoso no Rangel.

Tentaram matar funcionário da Assembleia Legislativa e Acidente mata idoso no Rangel.

plantão policial de sábado (29 ) na grande joão pessoa.

30/03/2014 13:49
 

thb3_04t13235315113969f1o920o_foto

Polícia está investigando a tentativa de assassinato em que figura como vítima o  funcionário da Assembleia Legislativa da Paraíba, que  foi baleado na tarde desse sábado (29).

O crime aconteceu por volta de 15h na Avenida Paulino Pinto, no bairro de cabo Branco, em João Pessoa.

De acordo com a polícia, o homem, de 82 anos, estava em frente à residência quando três homens se aproximaram em um veículo Fiat Uno, de cor verde, e um deles efetuou os disparos. A vítima foi atingida por tiros no abdomem. Ele foi socorrido para o Hospital da Unimed. A polícia realizou rondas, mas ninguém ainda foi preso. Há quem diga que o crime tenha sido por encomenda.

Acidente de trânsito causa morte de idoso no bairro do Rangel.

Acidente de trânsito causa morte de idoso no bairro do Rangel.Na noite desse sábado (29) na Rua São Geraldo, Conhecida como “Via da Morte” no bairro do Rangel, em João Pessoa. Segundo testemunhas, o acidente aconteceu por volta de 19h05.

A unidade do Samu fez-se presente no local mais a vítima já estava em óbito foi identificada como Averaldo Gomes Rodrigues, 70 anos. Segunda informação polícia SD Poliana, moradores que se encontravam próximo ao acidente  informaram que o idoso estava caminhado na rua quando um veículo corsa azul passou e o atropelou a vítima caindo na calçada em frente a residência nº310

O condutor do veículo fugiu e no local ficou apenas o retrovisor, que pode ser de um corsa de cor azul. O acusado fugiu com ignorado.

 facadas no bairro Gervásio Maia

Corpo de homossexual é encontrado com marcas de espancamento e facadas no bairro Gervásio Maia

Um homem foi assassinado no conjunto Gersávio Maia, em João Pessoa, na noite dessa sexta-feira (28). De acordo com a Polícia Militar, a vítima era homossexual e no corpo dela tinha marcas de perfurações provocadas por objeto cortante, hematomas e uma grave lesão no crânio.

Os policiais do 5º Batalhão de Polícia Militar foram acionados pelo Centro de Integrado de Operações da PM (Ciop) após moradores ligaram para o 190 comunicando que várias pessoas estavam espancando uma vítima.

Quando os policiais chegaram no local, confirmaram que era um homossexual e estava com uma bolsa cheia de roupas femininas. Após ser assassinada, a vítima teria sido arrastada por cerca de 10 metros, conforme relataram os moradores.

A delegada de Homicídios, Maria das Dores, disse que o homem pode ser sido espancando, devido à presença de hematomas. “O corpo dele estava com muitos ferimentos e hematomas. Pela posição do cadáver, a vítima também teria sido arrastada pelos assassinos”.

“Apesar da multidão de curiosos, ninguém deu detalhes sobre a motivação e autoria do crime. Apesar das constatações, só a perícia poderá esclarecer”, disse o tenente Gilson Matinho, do 5º BPM.