BESSA GRILL
Início » Cidades » Tempestade destrói casas e deixa vários desabrigados em Cubatão

Tempestade destrói casas e deixa vários desabrigados em Cubatão

24/02/2013 00:40

Inundação destrói casas em Cubatão, SP, durante tempestade (Foto: Solange Freitas/TV Tribuna)Neste local três casas foram totalmente destruídas (Foto: Solange Freitas/TV Tribuna)

As fortes chuvas que atingiram a cidade de Cubatão (SP) nesta sexta-feira (22) deixaram diversos pontos de alagamentos e pessoas desabrigadas na cidade.  No bairro Água Fria, uma inundação destruiu várias casas. Nas Cotas 95 e 200, Caminho dos Pilões e Morro do Índio foram registrados deslizamentos de terra durante o temporal. Não há registros de mortes, mas a prefeitura pede doação para os desabrigados.

Um dos bairros mais atingidos pela chuva foi o Água Fria, com cerca de 45 pessoas desabrigadas. A Defesa Civil da cidade ainda não tem dados exatos de quantas casas foram destruídas durante a inundação. O local é de difícil acesso e os agentes do órgão ainda não conseguiram fazer a contagem. Um helicóptero foi utilizado no resgate dos desabrigados.

Sete ocorrências de deslizamentos foram registradas nos bairros Cota 95 e 200, Caminho dos Pilões e Morro do Índio. Outros pontos de alagamentos foram registrados na cidade, como na Vila São José e na Ilha Caraguatá.  A prefeitura diz que mais de 100 pessoas estavam desabrigadas na cidade durante a madrugada, mas que algumas pessoas já voltaram para casa.

A maior parte dos desabrigados foi levada para o Centro Esportivo conhecido como ‘Castelão’. Mais de 45 pessoas do bairro Água Fria e outras 24 da Vila Noé foram encaminhadas para o Centro. Na Escola Municipal João Ramalho outras 24 pessoas de diversos bairros passaram a noite depois de abandonarem as casas.

As autoridades cubatenses estão solicitando o envio de doações para os desabrigados como colchões, cobertores, água potável, alimentos não perecíveis e artigos de higiene pessoal. As doações estão sendo recebidas no Centro Esportivo, que fica na Rua Embaixador Pedro de Toledo, 365, Centro.

Recordes
A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Cubatão (Comdec) já vinha mantendo o nível de “Atenção” no Plano Preventivo da Defesa Civil (PPDC), que é acionado sempre que a quantidade de chuva acumulada em 84 horas ultrapassa os 100 milímetros. A mudança para os estágios seguintes (níveis Alerta ou Alerta Máximo) depende de ocorrerem desabamentos de construções e outras situações previstas no PPDC.

G1