BESSA GRILL
Início » Notícias » Sindicância será instaurada para apurar mortes no presídio do Róger

Sindicância será instaurada para apurar mortes no presídio do Róger

7/01/2013 12:00

Após a morte de dois detentos da Penitenciária Flósculo da Nóbrega, conhecido como presídio do Roger, em João Pessoa, a polícia vai começar a ouvir nesta segunda-feira (7) os detentos que testemunharam o crime. Segundo o atual secretário de Administração Penitenciária, Walber Virgolino, a sindicância será instaurada hoje.

Ainda segundo o secretário, um delegado deve ir até o presídio para ouvir as testemunhas.  Até as 7h (horário local) Walber ainda não tinha a informação de quantos detentos iriam depor. “Fica a critério do delegado da Homicídios a quantidade de pessoas que serão ouvidas”, disse.

De acordo com a polícia, as mortes aconteceram no fim de semana depois de uma briga entre presos do mesmo pavilhão, causada por motivos ainda desconhecidos pela polícia. O tenente-coronel Arnaldo Sobrinho, gerente do Sistema Penitenciário da Paraíba, informou que a briga foi entre presos do próprio pavilhão. “Ainda não sabemos o motivo do desentendimento. Tanto a Polícia Civil quanto uma sindicância administrativa irão investigar para saber o que realmente aconteceu”, disse.

Tropas especiais da Polícia Militar, como Choque e Bope, foram acionadas para controlar a situação. Viaturas do Corpo de Bombeiros também foram enviadas para o local. Na manhã desta segunda-feira (7) a situação na penitenciária estava normalizada.

 

 

 

 

do G1PB