BESSA GRILL
Início » Notícias » Serra: ‘É possível que eu seja candidato a presidente’

Serra: ‘É possível que eu seja candidato a presidente’

22/08/2013 13:49

SERRAÉCIOO ex-governador José Serra afirmou nesta quarta-feira, 21, que é “possível que seja candidato a presidente” da República e que vai disputar as prévias com o pré-candidato e presidente do partido, Aécio Neves, e com outros que aparecerem. Mas exigiu regras claras para a abrangência da consulta, o tipo de participação e os prazos. Serra disse esperar que as propostas a serem apresentadas por Aécio para as prévias “sejam boas”. E insinuou que elas não podem ser “propostas restritivas só para parecer que se está simulando uma consulta”.

Serra vem insistindo na realização de prévias para a escolha do candidato a presidente da República que vai disputar a eleição pelo PSDB no ano que vem. Na terça-feira, 20, Aécio Neves disse, como presidente do PSDB, que aceitava fazer as prévias, mas as vinculou ao prazo de filiação partidária. Segundo ele, só poderá realizá-las depois de 5 de outubro, quando termina o prazo para a mudança de partido. Serra tem conversado com o presidente do PPS, Roberto Freire, que lhe ofereceu a legenda para entrar na disputa no ano que vem.

Dizendo-se surpreso com a decisão de Aécio, de aceitar as prévias, Serra afirmou que o senador tem falado como presidente do partido, “embora seja candidato”. Por isso, pediu igualdade nas regras, para que ninguém seja beneficiado. “Eu não tinha tido conhecimento de que o Aécio apoia prévias dentro do PSDB. Fiquei sabendo (disso) pelos jornais”, afirmou o ex-governador, logo depois de participar de uma reunião com senadores e deputados, no Senado.

O próprio Aécio o visitou, embora por menos de dois minutos. “Ele veio me dar um abraço. Mas não participou da reunião”, disse Serra. Aécio, ao sair do encontro, disse que não falaria de prévias. “Já falei o que tinha de falar sobre isso (prévias). Agora, vou trabalhar, cuidar da vida”, afirmou o senador.

Ao comentar a decisão de Aécio, de aceitar as prévias para escolher o candidato, Serra lembrou que o senador é candidato. “Embora ele seja candidato, ele está falando como presidente do partido. Nesse sentido, eu gostaria de saber quais são as condições dessas prévias: me refiro à abrangência, número de pessoas, tipo de participação, qual a taxa democrática, prazos, condições de competitividade que, evidentemente, deveriam ser iguais entre todos”, disse ele.

“Uma vez esclarecido isso, então, alguns poderão tomar a decisão de participar ou não. Eu próprio, que é possível que eu seja candidato a presidente; o senador Alvaro Dias pode também se inscrever de acordo com as regras que sejam propostas. É preciso primeiro conhecer essas regras. Não cabe a mim agora falar de regras”, afirmou o ex-governador. Serra lembrou mais de uma vez que Aécio é presidente do partido, e está numa dupla condição.

 

 

 

 

do Estadão