BESSA GRILL
Início » Notícias » Sargento da PM é assassinado com cinco tiros em Bayeux

Sargento da PM é assassinado com cinco tiros em Bayeux

O PM Jerônimo Luiz Xavier, 52 anos, foi atingido por cinco disparos de arma de fogo. Três dos tiros atingiram o tórax e dois lesionaram a cabeça da vítima.

12/08/2015 18:44

A polícia está investigando e já tem suspeita do autor dos disparos que matou o policial militar reformado no início da amanhã desta quarta-feira (12), no bairro Mario Andreazza, também conhecido como Mutirão, na cidade de Bayeux, região metropolitana de João Pessoa. “De acordo com as investigações, o acusado tinha uma certa ligação com a vitima”, disse o capitão da Polícia Militar, Túlio Ramallho.

A declaração foi feita durante entrevista via telefone,em algumas emissoras de rádio nesta quarta-feira (12). “A motivação do crime ainda não sabemos. Já fomos na casa dos familiares do suspeito e ele estaria escondido”, falou ainda.

Sobre a arma utilizada na ação criminosa, o Capitão descreveu que teria sido uma pistola 9mm, de uso restrito das Força Armadas

O crime

O PM Jerônimo Luiz Xavier, 52 anos, foi atingido por cinco disparos de arma de fogo. Três dos tiros atingiram o tórax e dois lesionaram a cabeça da vítima. Segundo a esposa do policial, ele estava saindo de casa quando foi baleado na região.

Ela foi até a garagem e encontrou o marido ferido. A pistola do PM foi roubada durante a ação criminosa. O homem foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. A assessoria divulgou que o paciente não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade.

O policial reformado exercia a atividade de taxista e era dono de uma cooperativa de táxis. Segundo informações da assessoria do Hospital de Trauma da Capital, o policial deu entrada na unidade às 6h e foi conduzido por carro particular.

www.reporteriedoferreira.com