BESSA GRILL
Início » Notícias » Roosevelt Vita é transferido para Sírio Libanês e será atendido por Roberto Kalil

Roosevelt Vita é transferido para Sírio Libanês e será atendido por Roberto Kalil

Advogado embarcou com Intensivista e filho para hospital em São Paulo

13/10/2015 02:55

Terminou por volta das 22h16 minutos a operação para transferir o advogado Roosevelt Vita, internado no Memorial São Francisco, de João Pessoa, para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde passará a ser atendido pelo renomado médico Roberto Kalil e equipe.

Todo o processo de transferência foi de alta complexidade porque o advogado estava na UTI e precisou ser entubado. Como a medicação administrada gerou equilíbrio na pressão, os médicos acataram recomendação da família e de amigos para gerar as condições de leva-lo em avião fretado até São Paulo.

Além da tripulação, um médico intensivista do Memorial e o filho do advogado, Jonathan Vita, compõe a equipe responsável pela transferência de Roosevelt Vita.

Além de familiares, o advogado e sócio Carlos Fábio esteve durante todo o tempo de internação e cuidados em João Pessoa, da mesma forma que, nos últimos tempos, o deputado federal e médico Manoel Júnior, muito amigo de Roosevelt, também se incorporou na busca de cuidados e transferência para São Paulo.

A esperança em torno do Grande Centro

Por Walter Santos

Justiça seja feita: o nível de atendimento clínico e hospitalar que Roosevelt Vita obteve em João Pessoa teve padrão máximo do ponto-de-vista qualitativo e isto familiares e amigos reconhecem na equipe do Memorial São Francisco, que, na prática, é a expressão em vida do médico Ítalo Kumamoto – com todo o respeito aos demais dirigentes.

Nesta segunda-feira, 12, todos os que cultuam zelo e afeto em torno de Roosevelt fizeram o plano sequencial comum para quem busca o Centro de mais amparo tecnológico e sistêmico, no caso o Hospital Sirio Libanês, em São Paulo.

Roosevelt embarcou em vôo fretado com a força da esperança, da fé cristã de grande apego para quem crê e da solidariedade de quem foi com ele na aeronave e nos que ficaram sintonizados espiritualmente na corrente de superação.

Sem tirar nem por, tudo o que precisa ser feito está assim por acontecer para brindar em vida o congraçamento em torno de Roosevelt Vita com a torcida de vê-lo retomando a vida com a firmeza cirúrgica de que tanto utilizou através das palavras e dos textos.

Como diz o poeta, “andar com fé/ eu vou/ que a fé não costuma faiá…”.

Vida, Rossevelt!

LEIA  MAIS – Familiares de Roosevelt Vita tentam levá-lo em vôo fretado para tratamento em SP

www.reporteriedoferreira.com Por Walter Santos