BESSA GRILL
Início » Notícias » Quadrilha é desarticulada em Santa Rita e suspeitos de praticar homicídios são presos.

Quadrilha é desarticulada em Santa Rita e suspeitos de praticar homicídios são presos.

plantão desta sexta-feira ( 27 ) em joão pessoa e região metropolitana.

27/12/2013 18:08

A Polícia prendeu no fim da manhã desta sexta-feira (27) no Bairro de Várzea Nova, em Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa, uma quadrilha que comercializava maconha a crédito através de nota promissória.

quadrilha de santa ritacom mulher

De acordo com informações da delegada Maria Soledade, o grupo, formado por três homens e uma mulher, teria uma plantação da erva e possuía uma estufa que servia para que a planta com adubo fosse aquecida e crescesse mais rápido.Os primeiros indícios, conforme a delegada, são de que os envolvidos são naturais do Rio de Janeiro.

apreensão com quadrilhaapreensão com quadrilhaapreensão com quadrilhaAlém da droga, foram apreendidos com os quatro envolvidos, uma arma, cartões de crédito, talões de nota promissória, dinheiro e celulares.

Eles foram encaminhados para a 6ª Delegacia Distrital para serem ouvidos, autuados em flagrante por tráfico de drogas e encaminhados para um presídio da capital.

Presos suspeitos de cinco homicídios na região metropolitana de João Pessoa

Uma operação conjunta entre as polícias Militar e Civil prendeu, na manhã desta sexta-feira (27), uma dupla suspeita de pelo menos cinco homicídios na praia de Jacumã, distrito do Conde, região metropolitana de João Pessoa. Na ação, realizada para cumprir cinco mandados de prisão, busca e apreensão. Foram presos Lúcio de Souza Ribeiro, 72 anos, que estava em uma casa, em Jacumã, onde foram encontradas quatro armas e munições (sendo três espingardas calibre 12 e um revólver calibre 38), e Lucas Cardoso Pessoa, 18, preso na praia de Coqueirinho. Ele teria participação direta nos crimes.
De acordo com comandante da 1ª Companhia Independente da Polícia Militar (1ª CIPM), major Cristovão Lucas, após os homicídios as duas polícias vinham levantando informações sobre os acusados e montou a operação para prender os envolvidos.“O grupo é responsável pelos crimes registrados de setembro até agora em Jacumã, vinha atuando também no tráfico de drogas. Com a prisão dos dois, certamente chegaremos aos outros suspeitos nos próximos dias”, comentou o major.

Os presos foram levados para a Delegacia do Conde, que investiga os crimes. O delegado Francisco de Assis ressaltou o trabalho integrado das duas polícias para prender os acusados. “Agimos de forma conjunta e isso resultou na prisão dos suspeitos e na retirada dessas armas de circulação, o que representa o trabalho qualificado para reprimir os crimes, principalmente neste período onde o fluxo de pessoas aumenta”, disse o delegado.
Os crimes
Entre os crimes que teriam sido praticados pela dupla está um duplo homicídio, no começo deste mês, próximo à caixa d’água de Jacumã. As vítimas, de 44 e 26 anos, estavam trabalhando em obras de saneamento quando dois homens em uma moto chegaram atirando. Outro crime foi o assassinato de uma corretora de 37 anos, também em Jacumã, quando a vítima participava de uma festa com amigos e teve a casa invadida.