BESSA GRILL
Início » Notícias » PSB se prepara para anunciar a expulsão do vereador Bira, revela fonte

PSB se prepara para anunciar a expulsão do vereador Bira, revela fonte

Atualmente existem quatro processos contra o vereador em tramitação no Conselho de Ética do PSB

3/09/2012 14:06

Uma fonte muito próxima ao vereador e candidatoa reeleição, Ubiratan Pereira (Bira-PSB), revelou ao WSCOM Online  que o Diretório Municipal do PSB, em João Pessoa, está em processo final para anunciar a expulsão do parlamentar do partido. Segundo ele, que pediu para ficar no anonimato, existem atualmente quatro processos em tramitação no Conselho de Ética da legenda contra o vereador.

“Bira poderá ser expulso a qualquer momento. Inclusive, há a expectativa de que esse anuncio ocorra em reunião secreta dos dirigentes municipais amanhã [terça-feira, 4]”, comentou a fonte.

Em release encaminhado a imprensa, o vereador Bira acusa os dirigentes socialistas de perseguiçãopolítica. Segundo ele, a tentativa de expulsão é uma manobra da direção municipal do PSB para impedir a sua reeleição para a Câmara de Vereadores de João Pessoa.

“O partido tenta a todo custo impedir a minha reeleição. Só que eles não entendem que esse mandato não é meu, e sim de milhares de militantes que acreditam num novo jeito de fazer política, com humildade e sem arrogância. O prefeito Agra nos mostrou que é possível fazer política sem arrogância. E isso eles não aceitam”, disse Bira.

Segundo o parlamentar, a direção do PSB busca invalidar a decisão do TRE-PB e impedir uma candidatura legítima. “Não aceitaram a derrota no TRE e agora tentam manobras para tirar o nosso mandato a todo custo. Acho que o partido deveria se preocupar com outras coisas, e não tentar expulsar militantes em período eleitoral”, criticou Bira.

Direção Municipal confirma que caso está entregue ao Conselho de Ética

O presidente do Diretório Municipal do PSB, Ronaldo Barbosa, confirmou na manhã desta segunda-feira (3) que o caso de Bira está realmente em tramitação no Conselho de Ética da legenda, mas negou a realização de reunião secreta para expulsá-lo.

“É mentira. O caso do vereador Bira está sendo discutido no Conselho de Ética do partido. Somente quando este se posicionar é que vamos nos pronunciar a respeito”, afirmou.

 

Wscom