BESSA GRILL
Início » Nacionais » Protesto contra a Copa do Mundo fecha vias no Centro do Rio

Protesto contra a Copa do Mundo fecha vias no Centro do Rio

Grupo fez passeata pela Avenida Rio Branco e seguiu para a Lapa. Motoristas encontravam trânsito intenso no sentido Aterro do Flamengo.

12/03/2014 20:55

Ato contra a Copa do Mundo nesta quarta-feira (12),no centro do Rio de Janeiro. (Foto: Rudy Trindade/Frame/Estadão Conteúdo)
Ato contra a Copa nesta quarta, no Centro do Rio (Foto: Rudy Trindade/Frame/Estadão Conteúdo)
av. mem de sá

Depois de se concentrarem na Candelária,Centro do Rio, no começo da noite desta quarta-feira (22), cerca de 200 pessoas saíram em passeata pela Avenida Rio Branco, por volta das 19h, em direção à Cinelândia, para protestar contra a realização da Copa do Mundo no país. Às 20h, a manifestação chegou à Lapa, onde foi interditada a Avenida Mem de Sá, na altura dos Arcos.

Faixa com os dizeres 'Fifa go home' foi estendida nos Arcos da Lapa (Foto: Daniel Silveira / G1)‘Fifa, vá para casa’, diz faixa escrita em inglês e
estendida nos Arcos (Foto: Daniel Silveira / G1)

Três faixas da Rio Branco foram interditadas ao tráfego por 40 mintuos, até o grupo virar em direção à Lapa pela Rua Santa Luzia e a avenida ser liberada. Dezenas de policiais acompanhavam o ato, que tem a presença de dezenas de mascarados.

O ato foi convocado pela Frente Independente Popular (FIB), que critica os investimentos feitos pelos governos municipal, estadual e federal em obras para a realização do Mundial. Os manifestantes questionam a destinação de recursos em detrimento de setores como a saúde e a educação. A Polícia Militar também é alvo de críticas dos ativistas.

Conhecido nas manifestações, 'Batman' subiu nos Arcos da Lapa (Foto: Daniel Silveira / G1)
Conhecido nas manifestações, ‘Batman’ subiu nos Arcos da Lapa (Foto: Daniel Silveira / G1)
Sob chuva, manifestantes estendem faixa contra a Copa do Mundo (Foto: Daniel Silveira / G1)Sob chuva, manifestantes estendem faixa contra a
Copa do Mundo (Foto: Daniel Silveira / G1)

Este é o primeiro ato realizado este ano no Rio em protesto especificamente alusivo à Copa do Mundo, que acontece em junho. Outras manifestações aconteceram na cidades, a maioria contra o aumento das tarifas de ônibus. Duas terminaram em confronto sendo que uma delas culminou na morte do repórter cinematográfico Santiago Andrade, da TV Bandeirantes,  que foi atingido por um rojao. Conforme denuncia oferecida à Justiça pelo Ministério Publico, o artefato foi disparado por dois manifestantes,  Fábio Raposo e Caio Silva Souza. Ambos estão presos preventivamente aguardando julgamento.

O trânsito era intenso no sentido Aterro do Flamengo no horário, segundo o Centro de Operações.