BESSA GRILL
Início » Notícias » Proprietário depõe e confirma alvará vencido de boate; ao menos 231 morreram

Proprietário depõe e confirma alvará vencido de boate; ao menos 231 morreram

28/01/2013 10:30

RS - BOATEUm dos proprietários da boate Kiss, que pegou fogo na madrugada deste domingo (27), prestou depoimento na Polícia Civil na tarde de hoje e confirmou que o alvará da casa estava vencido, mas que estava em processo de renovação. O delegado Sandro Meiners disse que agora vai apurar por que o alvará ainda não havia sido concedido.

O número de mortos no incêndio chega a 231, sendo que cerca de 106 pessoas permanecem hospitalizadas –inicialmente foram relatados 233 mortes, mas o número foi atualizado após legistas identificarem dois nomes duplicados na lista.

O nome do proprietário que prestou depoimento não foi informado. O outro dono ainda não tinha sido localizado na noite deste domingo. Com isso, os donos da boate, identificados pela 1ª Delegacia de Santa Maria como Mauro Hoffman e Elisandro Spohr, podem ser indiciados sob suspeita de homicídio culposo (sem intenção) e provocação de incêndio.

Além do alvará de funcionamento, a boate funcionava também sem o Plano de Prevenção a Incêndio, vencido desde agosto de 2012, segundo o secretário nacional de Defesa Civil, coronel Humberto Viana.

Segundo a Defesa Civil, 92 pessoas ainda estão hospitalizadas em Santa Maria e outras 14 –em estado mais grave– foram transferidas para Porto Alegre. Outras 11 pessoas ainda devem ser transferidas para a capital gaúcha, sendo cinco do Hospital de Caridade e outras seis do Hospital Universitário.

O INCÊNDIO – Segundo o coordenador da Defesa Civil, Adelar Vargas, o fogo teria começado na espuma de isolamento acústico, no teto. Um dos integrantes da banda que se apresentava no local teria acendido um sinalizador, que atingiu o teto, e o fogo se espalhou rapidamente, de acordo com Vargas.

RS - INCÊNDIO 2De acordo com o tenente-coronel Moisés da Silva Fuchs, o transporte dos corpos é realizado por um caminhão da Brigada Militar, devido ao elevado número de de mortos. Eles são levados ao Centro Desportivo Municipal (Farrezão), porque o IML (Instituto Médico Legal) não tem capacidade para abrigá-los.

A auxiliar de escritório, Michele Pereira, 34, que estava em frente ao palco no momento em que começou o incêndio, confirma que um dos integrantes da banda acendeu um sinalizador no palco.

“A banda que estava no palco começou a usar sinalizadores e, de repente, pararam o show e apontaram [o sinalizador] para cima. Aí o teto começou a pegar fogo, estava bem fraquinho, mas em questão de segundos começou a se alastrar”, disse Pereira.

No local, havia apenas uma saída de emergência. Os bombeiros tiveram que abrir um buraco na parede da boate para facilitar o acesso e a retirada das pessoas do local.

RS - INCÊNDIOO assessor do Hospital Caridade, que fica na região central da cidade, Claudemir Pereira, disse que pelo menos 30 pessoas estão no hospital com ferimentos leves a graves. Os corpos foram levados para o Centro Desportivo Municipal (Farrezão).

Segundo informação preliminar da prefeitura, há registro de quatro mortes na UPA e outras quatro no Hospital da Guarnição de Santa Maria. A prefeitura está recrutando voluntários para ajudar no atendimento aos feridos, principalmente, enfermeiros e médicos.

O fogo foi controlado por volta das 5h30, mas por volta das 7h os bombeiros ainda permaneciam no local fazendo o trabalho de rescaldo. O prédio ficou destruído e corre risco de desabar, de acordo com os bombeiros.

 

 

 

 

da Folha