BESSA GRILL
Início » A A » Programa do IPF e Grupo de Apoio de A.A. comemoram 20 Anos de formação

Programa do IPF e Grupo de Apoio de A.A. comemoram 20 Anos de formação

Trabalho de Equipe multiprofissional e do A.A recuperam dependentes do álcool e outras drogas

23/07/2015 14:45

 

O alcoolismo é uma doença tríplice: física, mental (ou emocional) e espiritual, para qual ainda não foi descoberta a cura, mas pode ser controlada. Firmados neste objetivo foi que a Direção e profissionais do Instituto de Psiquiatria Forense (IPF), Vereador Sérgio da SAC e servidores dos Órgãos de Serviços e Grupos tradicionais de Alcoólicos Anônimos, em João Pessoa, reuniram-se nesta terça-feira (21/06), pela manhã, para comemorarem o 20º Aniversário do Grupo de Apoio de A.A. “Amor ao Próximo”, que funciona naquele Instituto.01
O Diretor do IPF, Rogério Gominho, destacou a importância do trabalho da psiquiatria forense feito em cooperação sem afiliação com a Irmandade de Alcoólicos, recuperando e devolvendo pacientes em plenas condições de vida e trabalho profissional aos seus lares e à sociedade.
O vereador Sérgio da SAC disse que acompanha as atividades do Grupo desde a sua formação e fundação do projeto pelo Instituto de Psiquiatria Forense que hoje envolve a participação de profissionais das diversas áreas da saúde e social. Na ocasião, Sérgio se lembrou de um amigo seu que foi resgatado do fundo do poço do alcoolismo por aquele Instituto, frequentou o Grupo, conseguiu voltar à sanidade e hoje é um homem, íntegro feliz, útil e de renome nacional.02
O assistente Social do IPF, Conrado Vasconcelos, falou do seu trabalho junto à equipe e na identificação das histórias de vidas, surpreendendo-se com os casos de recuperação, recaídas e a forma como os pacientes retornam sãs ao convívio de seus lares e à vida social.
A psicóloga do IPF e Coordenadora do Grupo, Ana Vasconcelos, afirmou que estava feliz por ver seus pacientes se recuperando e, sobretudo, com as mudanças que acontecem nas vidas de cada um deles, depois que passaram a frequentar as reuniões daquele Grupo de ajuda mútua. Já o coordenador das Reuniões do Grupo de Apoio “Amor ao Próximo”, J. Barreto, falou da história da formação daquela unidade e do trabalho de A.A. em colaboração com o Projeto do IPF, acrescentando que, no decorrer destes 20 anos, mais de 100 membros conseguiram se recuperar naquele Grupo.

03
Participaram também das comemorações dos 20 anos do Grupo de Apoio “Amor ao Próximo” do IPF: a Diretora do Escritório de Serviços Locais de A.A. Sede na Paraíba (ESLAA-SEDE-PB), Lúcia M.; a Coordenadora do 28º Encontro de AA na Paraíba, Rosângela V., o Membro Coordenador do Distrito de A.A. Boa Esperança, Josué S., a Membro Coordenadora do Distrito de A.A. Unidade, Gilvanise P.; os jornalistas Iêdo Ferreira e Paulo César Cabral, também presentes no início da formação do Grupo e do Projeto do IPF, voltados à recuperação de alcoolismo e outras drogas.
MENINA DOS OLHOS DE A.A. – Os Grupos de Apoio em Instituições são considerados as “meninas dos olhos de A.A.”, porque, após passarem por esses Grupos, os alcoólicos recuperados são encaminhados pelos profissionais às salas dos Grupos de tradicionais A.A. existentes nas comunidades. O primeiro Grupo de Apoio de A.A. em instituição para doentes mentais foi formado em dezembro de 1939, no Hospital Rockland, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, segundo o livro “A.A. Atinge a Maioridade.04
Mais informações a respeito do assunto podem ser obtidas no ESLAA-SEDE-PB. Fones: 83-3222-4557/98831-2754. E-mail: eslaa.1jpb@gmail.com.

www.reporteriedoferreira.com