BESSA GRILL
Início » Destaque » Por ora, Dilma resiste a pressão para demitir Graça Foster

Por ora, Dilma resiste a pressão para demitir Graça Foster

No entanto, há uma avaliação no Palácio do Planalto de que Graça Foster se enfraqueceu com a revelação de que foi avisada de corrupção na estatal em 2009 e com a demora na demissão de um funcionário denunciado por uma colega

22/12/2014 11:07

 

12306_2_LApesar da forte pressão pela demissão de Maria das Graças Foster, a presidente Dilma Rousseff não pretende tirá-la do comando da Petrobras. Por ora, Dilma resiste à pressão.

No entanto, há uma avaliação no Palácio do Planalto de que Graça Foster se enfraqueceu com a revelação de que foi avisada de corrupção na estatal em 2009 e com a demora na demissão de um funcionário denunciado por uma colega.

Um ministro com gabinete no Palácio do Planalto diz que Graça Foster só sai da presidência da Petrobras se quiser. Ou seja, é uma decisão que dependeria mais dela do que de Dilma.

O outro tema do “SBT Brasil” foi a reportagem da Folha de S.Paulo que afirma que o governo deseja realizar um esforço fiscal de R$ 100 bilhões em 2015. Pelo plano, R$ 50 bilhões seriam cortados do Orçamento de 2015. Outros R$ 50 bilhões viriam de aumento de tributos e da suspensão de isenções fiscais.

Esse pacote está em estudo e pode ser modificado pela nova equipe econômica. Mas uma coisa é certa: quanto mais a situação política se complica, como tem acontecido, mais importante é a necessidade de Dilma acertar na economia.

www.reporteriedoferreira.com  Blog do Kennedy