BESSA GRILL
Início » Notícias » Polícia apresenta suspeito de ter participado de chacina em João Pessoa

Polícia apresenta suspeito de ter participado de chacina em João Pessoa

Delegadas detalharam como chegaram até Marcondes, que alega inocência

17/09/2012 17:02

Marcondes garante que é inocente e estava em casa (Crédito: Aguinaldo Mota)

As delegadas Ana Carolina Adissi e Júlia Valeska Félix apresentaram na manhã desta segunda-feira, 17, na Central de Polícia, em João Pessoa, Marcondes Cavalcanti Martins, 41 anos, como um dos suspeitos de ter participado da chacina ocorrida no dia 8 desse mês no bairro de Cruz das Armas, quando quatro pessoas foram baleadas, sendo que três morreram no local e outra faleceu no hospital de Emergência e Trauma.

Marcondes foi preso no sábado, 15, em sua residência na rua Xavier Júnior, em Cruz das Armas por policiais da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (Homicídios) da Capital. A ação policial aconteceu por força de mandado de prisão temporária expedido pelo 2º Tribunal do Júri de João Pessoa.

Na entrevista a delegada Júlia Valeska detalhou os motivos que levaram a polícia a prender o suspeito que é irmão de Marcos Antônio Cavalcanti Martins, de 46 anos, presidiário que se encontra foragido e que, segundo a polícia também tem participação direta no crime.

A delegada revelou na entrevista que Marcondes, o irmã e mais duas pessoas teriam participado da chacina que também estão foragidas. Os nomes dos outros suspeitos não foram revelados para preservar as investigações.

Afirmando ser totalmente inocente, Marcondes negou participação na chacina garantindo que tem como provar que se encontrava em casa no momento da ação dos bandidos.

A chacina no bairro de Cruz das Armas aconteceu no início da madrugada de sábado, 8, quando desconhecidos chegaram de moto atirando contra as pessoas que estavam numa seresta. No local morreram Luiz Henrique Guedes Falcão, 21 anos, Ivanildo da Silva Santos; 19 e Edvaldo Celestino da Silva, 35 que também era conhecido por “Pai de Santo Bau”. No Hospital de Emergência e Trauma faleceu a cantora da seresta Francicleide Medeiros Lira, 38 anos.

Agnaldo Mota