O prefeito em exercício da Capital, Manoel Junior, liberou mais de R$1,1 milhão em contratos para pequenos empreendedores da cidade de João Pessoa. A entrega beneficia 201 empreendedores através do programa de microcrédito Banco Cidadão. Com esta liberação, o programa ultrapassa a marca de R$48 milhões na atual gestão. A solenidade de entrega aconteceu nesta quinta-feira (20), no Paço Municipal, no Centro.

O montante liberado em 6 anos da atual gestão consolida o Banco Cidadão como maior programa de microcrédito da história da Capital, estimulando os pessoenses a investirem no próprio negócio, superar a crise e gerar emprego e renda. O prefeito em exercício ressaltou que a política da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) é mais um incentivo à economia local. “A população de João Pessoa tem esse perfil empreendedor e esse programa mostra que estamos no caminho certo para estimular esse empreendedorismo. Nós nos sentimentos muito felizes em fazer parte desse processo de geração de renda e emprego”, disse.

A microeempreendedora Inácia Silva é uma das beneficiadas nesta última entrega de contratos e revela que a quantia investida através do programa será determinante para o sucesso do seu empreendimento. “Esta é a terceira vez que tenho um contrato com o programa e graças a ele que consigo investir e expandir meu negócio. Eu digo que vale muito a pena você pagar todas as parcelas em dia e poder desfrutar todos os benefícios. Sou muita grata a todas as oportunidades que o programa me trouxe”, destacou.

O programa – Através da Secretaria de Trabalho, Produção e Renda, o Banco Cidadão investe em diversas áreas, como alimentação, vestuário, informática, limpeza, oficina mecânica, entre outros. Para ter acesso ao microcrédito, o primeiro é a pessoa se dirige ao Banco Cidadão na Rua Cardoso Vieira, participar de um curso de capacitação e receber noções básicas de gerenciamento empresarial. Após isso, é discutido o plano de negócio, onde os recursos serão investidos, e é feita uma avaliação técnica para verificar a viabilidade do negócio.

A partir da liberação dos recursos, há também uma equipe de pós-crédito que analisa periodicamente se as pessoas estão investindo corretamente os recursos. Como os juros são baixos, de apenas 0,9%, é importante que os microempreendedores beneficiados paguem as parcelas em dia para terem descontada a última prestação.