BESSA GRILL
Início » Notícias » Plantão; Sindicalista e ex-policial é executado em Princesa Isabel

Plantão; Sindicalista e ex-policial é executado em Princesa Isabel

28/02/2013 05:00

Ao longo de sua vida, Martins acumulou algumas inimizades e cometeu alguns delitos, chegando a ser preso

O ex-policial militar e sindicalista, José Ferreira Martins, de 54 anos, foi morto com vários tiros por volta das 15h20 dessa terça-feira, 26, na Rua Cícero Bezerra, em Princesa Isabel.

Ele foi morto na própria rua onde residia, mas sua família, esposa e filhos, mora em Piancó, cidade onde ele mantinha a base dos seus negócios. De acordo com a Polícia Militar de Princesa Isabel, a autoria do homicídio é desconhecida.

Depois do trabalho pericial no local do crime, o corpo do homem foi encaminhado ao IML de Patos para exame cadavérico e, depois, entregue à família para o sepultamento, que ocorreu em Piancó.

Ao longo de sua vida, Martins acumulou algumas inimizades e cometeu alguns delitos, chegando a ser preso, mas não existe suspeito do homicídio. A delegacia de Princesa Isabel é quem vai investigar o caso.

Ele atuava há anos na defesa dos direitos de funcionários municipais de algumas cidades da região.

Da Redação (com Folha do Vali)

PASSAGEIRO É AGREDIDO NO INTERIOR DE ONIBUS

agredido onibus

José Paulo da Silva, 39 anos, foi agredido no início da noite desta quarta-feira (27), dentro de um transporte coletivo após solicitar que um dos passageiros baixasse o volume da música que estava tocando em seu celular. O caso foi registrado dentro de um ônibus da empresa TransNacional – linha 302/ Cidade Verde, que trafegava pelo Centro de João Pessoa.

Segundo a vítima  José Paulo, ele se sentiu incomodado com a música tocada no aparelho celular de um jovem que seguia viagem no banco posterior ao seu e após solicitar que o passageiro reduzisse o volume do som, ele foi agredido pelo rapaz e cerca de cinco colegas que o acompanhavam.

Temendo serem presos, o agressor e os colegas  se evadiram do local do crime tomando paradeiro ignorado pela polícia. A vítima foi até ao Hospital, onde foi medicado.