BESSA GRILL
Início » Notícias » Plantão: Popular é executado e jogado em matagal no Jardim Guayba em João Pessoa

Plantão: Popular é executado e jogado em matagal no Jardim Guayba em João Pessoa

26/11/2013 18:37

 

guiba 121Por volta das 11h30min, desta terça-feira (26), policiais militares receberam informações de que foram efetuados disparos de arma de fogo, na Comunidade Jardim Guaíba, no bairro Funcionários I, em João Pessoa.

Chegando à cena do crime, os policiais depararam-se com um corpo em um matagal. A vítima é Edmilson Epifânio da Cruz, 28, residente da Comunidade Boa Esperança, e havia sido deixada no local.

A perícia já constatou que Edmilson foi alvejado com nove tiros de pistola 380. Segundo informações coletadas pelo delegado Paulo Josafá, a vítima não possuía envolvimento com o tráfico de drogas ou qualquer outro meio ilícito, porém bebia constantemente. A causa da sua morte ainda é uma incógnita.

 

 

Rebelião em Presídio Regional de Patos é controlada, mas deixa um detento morto

patos rebeliãoApenados do Presídio Regional Romero Nóbrega em Patos, a 307 quilômetros de João Pessoa, no Sertão da Paraíba, iniciara uma rebelião por volta das 18h dessa segunda-feira (25) após a realização de um pente fino. O presidiário Valdemir Leandro da Silva Júnior, 29 anos, natural de Guarabira foi morto no tumulto.

De acordo com o secretário de Administração Penitenciário do Estado, Wallber Virgulino, o ‘motim’ foi controlado por volta das 20h. Segundo ele, presos oriundos da cidade de Campina Grande e de Guarabira iniciaram um tumulto, batendo grades e queimando colchões, por conta de uma rivalidade existente entre os dois grupos.

Conforme explicou Wallber Virgulino, cinco presidiários que foram transferidos durante a semana passada, do Presídio Regional do Serrotão, em Campina Grande, para Patos, teriam motivado a rebelião. “A situação está sob controle. São apenados insatisfeitos com a última transferência”, disse o secretário.

Na manhã desta terça-feira (26) foi realizada nas celas uma revista minuciosa e, por motivo de segurança, o Grupo Penitenciário de Operações Especiais permanecerá durante todo o dia na cidade de Patos, dando apoio à equipe de agentes lotados na Penitenciária Padrão de Patos, assim como, realizando a transferência de alguns apenados para outras unidades prisionais do Estado.

Equipes do Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas para atender detentos feridos e eles foram levados para Hospital Regional de Patos. A quantidade pessoas feridas não foi divulgada.

Preocupados, familiares dos apenados aguardaram notícias dos presos e permaneceram do lado de fora da casa de detenção.