BESSA GRILL
Início » Notícias » Plantão Policial: Com oito facadas marido assassina esposa, ela estava grávida de quatro meses

Plantão Policial: Com oito facadas marido assassina esposa, ela estava grávida de quatro meses

19/12/2012 03:18

Um crime de violência doméstica chocou a cidade de Caaporã na madrugada desta terça-feira (18). Nadja Maria de Sousa, 25 anos, foi morta pelo próprio companheiro, após uma discussão. A vítima foi atingida com golpes de faca, inclusive um no pescoço.

O companheiro, identificado por Washington, já vinha ameaçando a esposa. “Este é um caso de violência doméstica e que chocou a cidade. Ela estaria sendo ameaçada pelo acusado”, segundo o tenente Bertuni, da 1ª CPMI.

Informações apontam que a vítima estaria grávida. Ela morava na Rua das Violetas, no bairro Nova Mangabeira, naquela cidade.

Nadja ainda chegou a ser socorrida para o Hospital da localidade, mas já teria chegado em óbito.

A polícia realizou buscas ao acusado, mas ele não foi localizado. Há informações de que ele poderia ter ido para casa de familiares em Pernambuco. O acusado trabalhava lavando carros em um posto de combustível. A família informou que ele tem envolvimento com drogas.

O corpo foi encaminhado para o Gemol para realização de perícia.

Números

De acordo com o Mapa da Violência 2012, elaborado pelo Instituto Sangari/Ministério da Justiça, a Paraíba ocupa a 4ª colocação nacional em número de mortes de mulheres. João Pessoa é a segunda capital onde mais mulheres foram assassinadas. Dos assassinatos de mulheres, 60% estão concentrados na capital e região metropolitana. “João Pessoa é a segunda capital do país no número de assassinatos de mulheres, com 12,4 homicídios por grupo de 100 mil mulheres.

Dados fornecidos pela Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social mostram que só até outubro deste ano 120 mulheres foram assassinadas no estado. Ou seja, em média, uma mulher é assassinada a cada 60 horas na Paraíba.

HOMICÍDIO NO CRISTO

Aproximadamente 20h31 no bairro do Cristo Redentor,  na rua  Dos Milagres, no inicio da Comunidade Novo Horizonte, no local conhecido como Buraco da Gia, o flanelinha Gleidson Moura de Sousa, 33 anos, foi assassinado com vários tiros por desconhecidos.

SUSPEITO DE MATAR MULHER É PRESO NA CAPITAL

A polícia militar prendeu, nessa terça-feira (18), no bairro do Cristo, homem suspeito de ter assassinado uma mulher a tiros, em Cruz das Armas, na Capital. O crime ocorreu no último domingo, na Rua do Rio, onde a vítima Geovana Gomes, de 19 anos, foi encontrada morta.

O suspeito é Thiago Alves do Nascimento, de 22 anos. Ele foi preso na comunidade Jardim Samaritano, no bairro do Cristo Redentor, portando um revólver calibre 38 com munição. De acordo com o comandante da Unidade de Polícia Solidária (UPS), da Comunidade Bela Vista, tenente Roberto Heráclio, os policiais localizaram o suspeito após receber um bilhete de um morador, informando o local onde Thiago estava escondido.

“Após receber esse informe, os policiais da Cavalaria montaram um cerco no local indicado e flagraram o suspeito que estava armado com um revólver”, disse Heráclio. Thiago Alves do Nascimento foi levado para a 9ª Delegacia Distrital, em Mangabeira. A polícia investiga a participação dele no tráfico de drogas local.

Para o comandante da Cavalaria da PM, tenente-coronel Anchieta Leite, a relação de confiança dos moradores na polícia foi fundamental para elucidar o crime. “A partir do momento em que começamos a conviver 24 horas com os moradores da comunidade, há uma parceria para promover a paz que resulta em prisões como essas e também na prevenção ao crime na área”, destacou.

EXPLOSÃO DE GÁS FERE PAI E FILHO

Pai e filho ficaram feridos, hoje (18), por causa da explosão de um botijão de gás, no bairro Brasília, em Bayeux. Segundo os bombeiros que atenderam a ocorrência informaram que os dois sofreram queimaduras.

Os bombeiros foram notificados mas, quando chegaram ao local, o fogo já estava controlado. Os dois foram conduzidos para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena e o estado de saúde deles ainda não foi informado pela equipe da unidade de sa