BESSA GRILL
Início » Notícias » Plantão Policial; Três assassinatos em menos de 24 horas na Capital

Plantão Policial; Três assassinatos em menos de 24 horas na Capital

é mais uma execução praticada em circunstancias misteriosas

19/01/2013 01:23

plantão-policia111

Dois jovens são executados na Rua do Rio

Leo marques Martins da Silva, 19 anos, e Humberto Pereira da Silva, 27, foram assassinados na noite desta sexta-feira (18), na Av. Presidente Feliz Antonio, local conhecido como “Rua do Rio” no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa.

O capitão Clecitônio Francisco, integrante do 1º Batalhão da Polícia Militar, informou que as investigações no local apontam que os criminosos utilizaram uma pistola 380 para efetuar os disparos. Ainda não há informações sobre o que teria motivado o crime. Os responsáveis pelo duplo homicídio ainda não foram identificados.

Os jovens estavam a caminho do Estádio da Graça, quando foram surpreendidos por dois homens em uma motocicleta. O carona efetuou vários tiros contra a dupla que morreu no local.

Humberto não tinha envolvimento com a criminalidade, trabalhava na Coteminas, já Leo marques era ex-presidiário e havia sofrido uma tentativa de homicídio no último domingo (13), quando seu parceiro, identificado como Luciano, foi assassinado

JOVEM E EXECUTADO A TIROS
121121121
Gleysson Bastos da Silva, de 19 anos, foi executado no final da tarde desta sexta-feira (18), no bairro Costa e Silva, em João Pessoa. O jovem lavava uma motocicleta na companhia do pai, em frente a uma escola, quando foi surpreendido pela ação dos criminosos.
Segundo o pai, a vítima ainda tentou fugir dos assassinos, mas foi alcançada e morta com mais de 10 tiros. O pai de Gleysson informou ainda a polícia, que o filho havia sofrido uma tentativa de homicídio há quase um mês.

Após o crime, os criminosos fugiram a pé e ainda não foram localizados pela polícia

Presa quadrilha especialista em assalto a banco

FOTO: João Francisco/Secom

Uma operação realizada nesta quinta-feira (17) por policiais da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa conseguiu desbaratar uma quadrilha de assaltantes de bancos responsável por dois crimes contra instituições bancárias e um assalto a uma agência dos Correios de Marcação, Litoral Norte do Estado. Seis pessoas foram presas e um adolescente de 17 anos apreendido na comunidade Hildo Bandeira, bairro da Torre.

Foram presos: Felipe Abraão Campina de Moura, 19 anos; José Roberto Batista dos Santos, 27; Maikon Silva Fernandes Oliveira, 20; Kenny Rógeres Gomes da Silva, 28, Marivonaldo Marxes Pereira, 27 e Janaíse da Silva Ferreira, 19 anos.

Para Wagner Dorta, gerente executivo de Polícia Civil Metropolitana, a prisão da quadrilha foi de extrema importância porque o grupo estava aterrorizando a cidade de João Pessoa não só praticando assaltos, mas também outros crimes. “A prisão vai tranquilizar especialmente os moradores da comunidade Hildo Bandeira que viviam amedrontadas por esse grupo. Além disso, estamos evitando que outros crimes contra instituições bancárias sejam praticados”, enfatizou.

O último assalto praticado pelo grupo aconteceu no dia 11 de janeiro, na Avenida Epitácio Pessoa. De acordo com o delegado Thiago Sandes, que comandou a equipe responsável pelas prisões, dois revólveres foram apreendidos com o grupo, sendo um deles roubado do vigilante do banco durante o último assalto.

“Estávamos realizando investigações sobre homicídios quando assistimos as imagens dos assaltos. Os policiais conseguiram identificar boa parte dos envolvidos nos roubos porque eles já haviam sido por outros crimes”, informou o delegado.

Ainda segundo a autoridade policial, a participação da população, através de denúncias recebidas pelo número 197, também foi decisiva para a prisão dos acusados. “Mais uma vez a ajuda da população foi determinante para que a polícia conseguisse localizar os acusados. Recebemos muitas informações por meio do número 197 e, vale salientar, que as pessoas não precisam se identificar para fazer a denúncia”, lembra Sandes.