BESSA GRILL
Início » Notícias » Plantão; Jovem é executado em Tibiri-II em Santa Rita

Plantão; Jovem é executado em Tibiri-II em Santa Rita

plantão da noite desta quarta-feira ( 27 ) na Grande João Pessoa.

27/11/2013 22:45

121 tibiriA cidade do canavial registra mais um homicídio na noite desta quarta feira (27), Um Jovem é executado quando estava sentado na calçada da sua casa no bairro de Tibiri II município de Santa Rita região metropolitana da Capital- JP.

 O jovem Marvan Allan Henrique de Andrade 20 anos residente na Rua Caaporã em Tibiri II foi executado com três disparos de arma de fogo por dois elementos em moto preta não identificada que saíram com destino ignorado, segunda informações de moradores o jovem se encontra na calçada quando foi alveja saindo correndo ate o beco da sua casa não resistindo os ferimentos chegando a óbito no local.

O  jovem é ex-presidiário do CEA 

 A unidade do USB 10 do SAMU fez se presente no local para fazer os primeiros procedimento mais a vítima já estava em óbito policial Moto ROTAM fizeram se presente no local do homicídio. CB Nilson .

Acusados de matar modelo Dalmi Barbosa vão a júri nesta quinta-feira em Santa Rita

Acusados de matar modelo Dalmi Barbosa vão a júri nesta quinta-feira em Santa RitaModelo assassinado em Santa Rita

Três acusados de participação no assassinato do modelo Dalmi Coelho Barbosa Filho, em dezembro de 2012, vão à júri popular na manhã desta quinta-feira (28), no Fórum de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa. O julgamento, previsto para começar às 9h, será presidido pela juíza Lilian Cananéa, titular da 1ª Vara de Execução Penal da comarca de Santa Rita.

Os acusados são Ana Paula Teodósio de Carvalho, Mateus Alves da Silva e Júlio César Xavier do Nascimento; eles estão presos desde o dia 10 de janeiro de 2013.

O servidor público e modelo Dalmi Carvalho Barbosa tinha 24 anos e foi assassinado na manhã do dia 22 de dezembro de 2012, em Santa Rita. De acordo com os autos, o caso ocorreu após o modelo reagir a suposto assalto e ser baleado três vezes. Dois tiros atingiram a cabeça da vítima, que morreu na hora.

Porém, conforme as investigações da Polícia Civil, Ana Paula foi considerada a mandante do crime porque nutria um amor obsessivo e não correspondido pela noiva do modelo, Raquel Teófilo Sousa, com quem idealizava manter um relacionamento amoroso.

Dalmi saia de uma academia e, quando caminhava em direção a residência onde morava, foi abordado por três homens que anunciaram o assalto. Em seguida, o trio roubou um celular e atirou várias vezes contra a vítima que teve morte imediata.(Fonte: Bayeux Jovem)