BESSA GRILL
Início » Notícias » Plantão; Acidente mata estudante na BR-230 e apenado morre dentro do presídio

Plantão; Acidente mata estudante na BR-230 e apenado morre dentro do presídio

plantão policial desta sexta-feira( 06 )

6/12/2013 18:03

Acidente aconteceu nas proximidades Rodo Shopping Edivaldo Motta em Patos

O jovem Gydeoni Coutinho Ramos Nóbrega, 30 anos, residente na Avenida Grécia, Jardim Europa, em Patos, faleceu, na manhã desta sexta-feira (06), em decorrência de um acidente de carro na BR-230, nas proximidades Rodo Shopping Edivaldo Motta.

De acordo com as informações colhidas ainda no local, Gydeoni (foto) se deslocava com seu veículo Wolksvagem, modelo Fox, placa OFG 7867 – Patos-PB, em sentido ao contorno que dá acesso a cidade de Patos. O velocímetro do carro parou em 180 Km/h no momento da colisão com a parede do Rodo Shopping. O carro caiu em um barranco de aproximadamente três metros e depois colidiu com a calçada.

As imagens mostram que Gydeoni estava, provavelmente, sem o cinto de segurança e sofreu um forte impacto na cabeça. A pancada na cabeça e o impacto do tórax na direção podem ser os causadores da morte do jovem.

Marcas da frenagem no asfalto e no terreno próximo ao contorno mostram que ainda houve tentativa de parar o veículo por parte do jovem, mas devido à velocidade excessiva e o pouco espaço, a tentativa foi em vão.

Apenado sofre infarto e morre dentro do presídio regional de Patos

O apenado do presídio Regional Romero Nóbrega de Patos, Maurício Rodrigues de Sousa, 38 anos, faleceu no final da manhão desta sexta-feira (06), após sofrer um infarto fulminante em uma das celas da casa de detenção.

Após tormar conhecimento do ocorrido, a direção do presídio fez solicitação ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU para atendimento na unidade prisional após ser comunicada por apenados sobre um ataque cardíaco em um dos colegas de cela.

O SAMU deslocou uma Unidade de Suporte Avançado – USA para atender a solicitação. Ao checar os sinais vitais ainda se procedeu a massagens cardíacas, mas não se obteve êxito nos procedimentos e o paciente veio a óbito.

Maurício era natural de São Paulo (SP). De acordo com informações da direção, não consta no prontuário do apenado nenhuma doença ou queixa da própria vítima sobre problemas cardíacos ou outros sintomas.

O diretor do presídio Jardson Fonseca disse que todos os procedimentos de praxe serão tomados e a família comunicada sobre o ocorrido.

Da Redação (com Patos Online)