BESSA GRILL
Início » Notícias » Operação cumpre mandados de prisão contra detentos da Paraíba

Operação cumpre mandados de prisão contra detentos da Paraíba

16/08/2013 08:40

Policiais civis e agentes penitenciários cumprem desde as primeiras horas desta sexta-feira (16) mandados de prisão e de busca e apreensão contra detentos do Sistema Penitenciário da Paraíba acusados de comandar tráfico de drogas, homicídios e assaltos  dentro e fora das unidades prisionais. De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), estão envolvidos na operação – denominada de Scarface – entre agentes penitenciários, policiais civis e militares,  cem pessoas. Os mandados de busca e apreensão e de prisão foram expedidos pela juíza  Vara de Entorpecentes de João Pessoa, Maria Lília de Oliveira. As investigações foram conduzidas pela Delegacia de Entorpecentes da capital (DRE).  Ao todo, 30 pessoas são alvos da operação, incluindo foragidos do sistema penitenciário.

Até as 6h,  pelo menos 15 pessoas já haviam sido presas. De acordo com o titular da DRE, entre os presos está o mecânico de armas do grupo criminoso. “Essa pessoa era responsável por consertar as armas do grupo criminoso”, completou Allan Murilo Terruel.  Ao todo, 30 detentos são alvos da operação. As investigações, que tiveram início em 2011, apontam que as  ordens criminosas saíam de Penitenciárias como Flósculo da Nóbrega, Sílvio Porto e Complexo Penitenciário Romeu Abrantes, PB1 e PB 2. Ainda de acordo com as investigações, crimes estavam sendo ordenados também de dentro de presídios federais.

A Operação Scarface, que teve o nome inspirado em um filme americano que conta a história de um exilado cubano que consegue montar um esquema de tráfico de drogas muito organizado em Miami, acontece em vários bairros de João Pessoa, como Mangabeira e Bairro dos Novais, além de cidades da Grande João Pessoa, a exemplo de Cabedelo, Bayeux e Santa Rita.

O gerente executivo da Seap, tenente-coronel Arnaldo Sobrinho, disse que, paralelamente à operação, estavam até as 6h35 sendo transferidos detentos dos Presídios do Roger e Sílvio Porto para o PB1. Os detentos, ao todo nove, foram descobertos pelo serviço de inteligência da Seap articulando morte de rivais, além de outros crimes. “Para preservar a normalidade do sistema penitenciário, pedimos à Vara das Execuções Penais da capital autorização para transferir esses detentos, que estavam colocando em risco a segurança do sistema”, pontuou.

Alguns mandados de prisão foram expedidos contra detentos que já se encontram presos. Foragidos do Sistema Penitenciário da Paraíba também são alvos da operação. As investigações começaram em 2011 e apontam que ordens de assassinatos estariam saindo inclusive de presídios federais. Crimes estariam sendo articulados por mulheres de detentos, que recebiam ordens durante visitas e repassavam em seguida para criminosos que estavam nas ruas.

 

 

 

 

do G1PB