BESSA GRILL
Início » Notícias » Operação Carnaval 2014, começa com reforço de mais de 5.000 policiais e bombeiros

Operação Carnaval 2014, começa com reforço de mais de 5.000 policiais e bombeiros

1/03/2014 16:42

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social, inicia nesta sexta-feira (28) a Operação Carnaval com o reforço de mais de 5.000 policiais militares, civis e bombeiros militares. O foco das ações será nas cidades de Cajazeiras, Catolé do Rocha, Coremas, Baía da Traição, Lucena e Conde, locais onde são realizadas as festas carnavalescas com maior concentração de pessoas.

O esquema de segurança inclui o reforço de 3.250 policiais militares, 900 policiais civis e 800 bombeiros, com auxílio de 1.242 viaturas das força de segurança do Estado, sendo 981 só da PM, para realizar o policiamento ostensivo em todo Estado. Além das cidades que realizam os festejos, o reforço do policiamento acontece também nas que não têm eventos, já que muitas pessoas deixam as casas fechadas e viajam.

O secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, disse que o Governo do Estado disponibilizou todo os meios para garantir o total apoio da segurança em todas as cidades paraibanas. “Estamos usando todo efetivo das nossas forças de segurança para garantir a tranquilidade neste carnaval, tanto nas cidades que realizam as festas como também nas que não tem”, revelou.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, lembrou que para esse carnaval os policiais receberam instruções nas áreas de trânsito e também para coibir crimes ambientais. “Os batalhões e companhias fizeram parcerias entre si e com a Sudema (Superintendência do Meio Ambiente do Estado) para promover essa capacitação e troca de conhecimentos com o objetivo de agir de forma mais qualificada também em ocorrências de trânsito e pertubação do sossego, que são provocados por causa de som alto em sua maioria”, pontou.

Sertão – As cidades de Cajazeiras, Catolé do Rocha e Coremas receberão um reforço de 250 policiais militares a mais por dia, distribuídos para os três municípios, que terão as delegacias abertas com o efetivo reforçado, assim como bombeiros em vários locais prontos para realizar atendimentos, principalmente na cidade de Coremas, que realiza o ‘carnaval molhado’.

Litoral Norte – As cidades de Lucena e Baía da Traição terão 100 policiais militares a mais por dia, cada, com reforço de tropas de várias unidades operacionais e também policiamento à paisana para identificar pessoas suspeitas de crimes.

Litoral Sul – Para o Litoral Sul, serão utilizados 100 policiais a mais para os festejos de carnaval do município do conde, que inclui o distrito de Jacumã. Lá também haverá policiais de várias unidades e delegacia com efetivo reforçado. Nas outras praias da região, o efetivo também será reforçado.

Carnaval Tradição da Capital – Em João Pessoa, onde acontece o Carnaval Tradição, serão disponibilizados 80 policiais a mais por noite para o reforço da segurança na Avenida Duarte da Silveira e em suas imediações.

Campina Grande – Para a ‘Rainha da Borborema’, que realiza a partir desta sexta-feira o Encontro da Nova Consciência e a partir do domingo desfiles e shows de carnaval, o reforço é de 100 policiais a mais por dia.

O plano operacional para a segurança no período foi lançado no último dia 20 por ocasião das prévias carnavalescas, que teve uma média de 600 policiais e bombeiros a mais por dia, com exceção dos blocos com maior concentração de público, que teve quase 1.000 homens e mulheres reforçando a segurança por dia.

Balanço – Nas prévias carnavalescas de João Pessoa, cujos eventos terminam nesta sexta-feira (28), foram detidas 60 pessoas até agora por crimes de roubo, furto, agressão, porte de drogas, desacato e homicídio, este último com o autor preso em flagrante durante o bloco Muriçocas do Miramar, na quarta-feira (26). No bloco, os bombeiros militares realizaram 18 atendimentos, sendo nove casos clínicos, um vazamento de gás em um das barracas instaladas, três curativos básicos e uma intervenção de fogos de artifício.

Da Redação (com assessoria)