BESSA GRILL
Início » Notícias » Noite de Quarta-feira(17) Violenta, polícia registra três assassinatos

Noite de Quarta-feira(17) Violenta, polícia registra três assassinatos

17/04/2013 07:50

thb1_10694f2765ot806591o3165_fotoUma mulher foi morta na noite desta terça-feira (16), na rua 14 de julho, no bairro do Rangel, em João Pessoa. Daniele Zeferino de Sousa, 19 anos, estava na casa do namorado quando um homem chegou na porta e a chamou pelo nome. Quando ela saiu foi ouvido um disparo.

Ferida, Daniele correu para o interior da residência e caiu em cima da cama. Uma ambulância do Serviço Móvel de Urgência (Samu) foi até o local, mas vítima já estava em óbito.

Segundo o sargento Lemos, há informações de que a vítima já havia sido presa e que teria envolvimento com o tráfico de drogas.

O acusado fugiu em uma moto que ficou estacionada próximo ao local onde ocorreu o crime.

thb1_316494f2o7813t21615o1171_fotoUm rapaz não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo, após ser baleado e esfaqueado por dois homens. Francisco de Assis do Nascimento Filho, 21 anos, foi visitar a irmã em um prédio abandonado, no bairro das Trincheiras, no Centro de João Pessoa, quando duas pessoas invadiram o local e efetuaram vários tiros e facadas contra ele.
Francisco foi atendido por uma viatura do Bope e levado ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde foi atendido, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Segundo a irmã da vítima, Patrícia Nascimento Felino, 28 anos, ele já havia sofrido outra tentativa de homicídio a semanas atrás, e acabou baleado. Perguntada se Francisco tinha envolvimento com drogas, ela desconversou e contou que ele era usuário, mas havia largado o vício.

No Valentina, o jovem Yago Soares dos Santos, 19 anos, estava em uma praça no bairro do Valentina de Figueiredo, quando foi atingido com dois disparos, efetuado por um elemento conhecido como “Cachorro Louco”, da comunidade Torre de Babel.

Yago foi socorrido em uma USA do Samu, para o Hospital de Emergência e Trauma senador Humberto Lucena na capital, aonde já chegou sem vida.

Já no bairro do Rangel, o pintor de paredes, Jaciel Pereira da Silva, 24 anos, foi atingindo com três tiros no abdômen, efetuado por uma dupla que estava em uma moto YBR de cor preta de placa 3804, pois não foi possível ver as três letras.

A vitima havia saído da casa de sua prima, Gabrielle Pereira, onde estava fazendo um serviço de pintura.

Jaciel foi socorrido por uma ambulância do Samu para o Hospital de Emergência e Trauma, indo a óbito quando recebia os primeiros procedimentos médicos de urgência.

A delegada de homicídio Dra. Maria das Dores deu inicio as investigações para tentar elucidar os três homicídios ocorridos na tarde desta terça-feira (16)

thb1_469o3492902113o665t6f366_fotoO frentista Wagner da Silva Freire, 30 anos, foi assassinado com vários tiros, na noite desta segunda-feira (15), enquanto trabalhava  no bairro das Indústrias.
Ele estava trabalhando em um posto de combustível, quando foi surpreendido pelos tiros efetuados por um homem que estava como carona de um motociclista.

Os responsáveis pelo crime fugiram sem roubar nada.

A polícia suspeita que o homicídio tenha sido motivado por acerto de contas, tendo em vista que a vítima era colega de integrantes de uma facção criminosa da Zona Oeste da Capital.

O delegado de homicídio, Bruno Vitor acompanha o caso. No local do crime impera a lei do silêncio, ou seja, os populares não quiseram informar detalhes sobre a morte do frentista.