BESSA GRILL
Início » Esportes » Neymar faz do PSG vítima predileta, Barça vence e se garante na semifinal

Neymar faz do PSG vítima predileta, Barça vence e se garante na semifinal

21/04/2015 17:52

neymarIda de Luis Suárez, volta de Neymar. Lionel Messi passou em branco nos confrontos contra o Paris Saint-Germain, mas o Barcelona avançou às semifinais da Liga dos Campeões mesmo assim – e sem a menor aparência de que o destino poderia ser diferente. Os catalães voltaram a derrotar os franceses, desta vez por 2 a 0, numa quarta-feira em que o brasileiro foi manchete no Camp Nou.

Os dois gols do brasileiro saíram com a naturalidade de alguém que já pode ser considerado um carrasco. Neymar chegou aos cinco gols em quatro partidas diante do PSG, todos na atual temporada, na qual já soma 30 gols em 41 jogos. Apenas Villarreal e Atlético de Madrid sofreram tanto desde que o camisa 11 chegou à Europa, em julho de 2013.

Os números não foram construídos com esforço único, é bem verdade. No primeiro gol, Iniesta deu uma arrancada espetacular de 51 metros até deixá-lo na cara de Sirigu. No segundo, Dani Alves usou a perna esquerda para um cruzamento perfeito, na cabeça de Neymar. David Luiz foi o ponto comum nos dois lances, mas Van der Wiel também falhou na marcação.

Não foram os únicos problemas do PSG. Fora um gol bem anulado de Ibrahimovic e um punhado de finalizações já nos minutos finais, o time de Laurent Blanc pouco ameaçou. E deu sinais de clara desorganização tática ao longo do jogo, com um meio-campo escancarado, oferecendo contra-ataques ao Barcelona.

Um sorteio na próxima sexta-feira, em Nyon, na Suíça, definirá os confrontos da semifinal. Além do Barça, o Bayern de Munique é outro classificado – depois de ter aplicado 6 a 1 sobre o Porto, na Alemanha. Real Madrid x Atlético de Madrid (empataram sem gols no Vicente Calderón) e Monaco x Juventus (italianos fizeram 1 a 0 em casa) são os duelos desta quarta-feira.

Ao PSG, resta juntar os cacos e se reconstruir. A festa na Europa acaba novamente antes do fim, mas o Campeonato Francês entra em fase decisiva, com briga cabeça a cabeça com o Lyon (ambos estão com 65 pontos, mas o PSG tem um jogo a menos). Um problema: o desfalque de Ibrahimovic, pouco decisivo na Champions, mas importantíssimo em âmbito nacional, por mais duas rodadas.