Trauma

Não procede os comentários de que o suplente de vereador Edson Carlos, tenha falecido no Trauma, cujo corpo estaria no necrotério daquele Hospital, as informações de que a vítima continua na UTI partiu dos funcionários de daquela instituição hospitalar que não quizeram se identificar.

Após tentativa de homicídio nesse último sábado (2), no Distrito Mecânico, suplente de vereador de João Pessoa e presidente da Associação dos Comerciantes do Distrito Mecânico, Edson Carlos dos Santos Sales, 37 anos, permanece em estado gravíssimo no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.

Em boletim divulgado pela assessoria do hospital nesta segunda-feira (4), confirma que o estado de saúde da vítima ainda é grave, e que o mesmo passou por procedimentos cirúrgicos e segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O crime aconteceu na tarde de sábado (2), quando Edson Carlos, também conhecido por Índio Poty, estava reunido com membros da associação da qual presidia. Na ocasião, Índio foi abordado por alguns homens em um veículo, no qual um deles efetuou três disparos, sendo um na cabeça.

Edson, que disputou as eleições de 2012 pelo PT do B, foi socorrido por amigos e levado para o Hospital de Trauma da Capital. A família informou que ele é uma pessoa muito querida na comunidade, portanto, não teria suspeitas de quem poderia ter efetuado os disparos, já que a vítima não tem inimigos.