BESSA GRILL
Início » Nacionais » Mulher puxa orelha de suspeito após tentativa de ‘golpe do bilhete’ no RS

Mulher puxa orelha de suspeito após tentativa de ‘golpe do bilhete’ no RS

Dupla tentava convencer mulher a depositar dinheiro, diz delegada.Advogado dos suspeitos foi procurado e não deu declarações sobre caso.

21/03/2014 17:54

suspeitos 5Suspeito de tentativa de golpe é repreendido por idosa (Foto: Tiago Avila/Divulgação/Grupo Repórter)

Dois homens, de 24 e 54 anos, foram presos na manhã desta sexta-feira (21) por suspeita de tentativa de golpe contra uma idosa de 82 anos em Ijuí, no Noroeste do Rio Grande do Sul, informou a Polícia Civil. O carro foi monitorado por policiais militares e, após denúncia, eles foram encaminhados à 2ª Delegacia de Polícia, onde a idosa puxou a orelha do mais jovem da dupla.

“Não presenciei, mas fiquei sabendo que quando eles entraram na delegacia, a senhora puxou a orelha de um deles”, disse ao G1 a delegada Ana Paula Burille, responsável pelo registro do crime conhecido como “golpe do bilhete”.

O caso ocorreu por volta das 10h no Centro de Ijuí. A idosa foi abordada na Rua 14 de Julho por um homem que se dizia analfabeto e pedia uma informação. Durante a conversa, outra pessoa dizia à dupla que tinha um bilhete premiado e precisava de duas testemunhas para retirar o valor.

“Era a historinha de sempre”, diz a delegada. “O outro sujeito seria uma [das testemunhas], e pediu que a senhora fosse a segunda. Eles a convidaram para ir à Caixa Econômica Federal. Ela embarcou no carro e, no meio do caminho, começaram a fazer umas voltas. Nós sabemos como isto terminaria, eles arrumariam um jeito de a pessoa fazer um depósito”, conta.

No entanto, segundo a polícia a idosa percebeu que o carro não se dirigia à Caixa e pediu para descer. Após ela sair na Avenida 21 de Abril, perto da Rodoviária da cidade, uma pessoa que a conhecia viu a situação e acionou a Brigada Militar, que já monitorava o veículo.

Ana Paula considera as detenções importantes porque há diversos registros do golpe do bilhete na cidade gaúcha, porém até então ninguém havia sido preso. “Eles fazem umas voltas e arrumam um jeito de a pessoa fazer um depósito”, alerta. O G1 entrou em contato com o advogado dos suspeitos, que solicitou um novo contato no final da tarde. G1