BESSA GRILL
Início » Notícias » Pastor é preso depois de agredir funcionário do Zona Azul

Pastor é preso depois de agredir funcionário do Zona Azul

26/07/2012 22:24

Um funcionário da Zona Azul, empresa que administra o estacionamento nas ruas da Capital, foi espancado por um motorista no inicio da tarde desta quinta-feira, 26. O motorista quase foi linchado por populares e comerciários que presenciaram a agressão, que ainda danificaram o carro do acusado. A Polícia Militar foi acionada, evitou que o motorista fosse agredido, mas o levou preso par a 2ª Delegacia Distrital.
De acordo com outra funcionária que também participou do incidente, o motorista parou o carro na vaga destinada exclusivamente para portadores de deficiência. Ele foi alertado que não poderia permanecer ali sem a carteirinha de deficiente e alegou que sua sogra era deficiente e que a carteira estava com ela. Os funcionários insistiram que ele só poderia permanecer com a carteira.
Neste momento, o motorista saiu do local e voltou pouco tempo depois com a carteira. A funcionária disse que agora preencheria sua cartela, mas ele resolveu insistir na discussão e chamou o supervisor e passou a xingá-lo.
Em seguida, após os xingamentos, o motorista passou a agredir fisicamente o supervisor da Zona Sul, que ficou bastante ferido.
A vítima foi socorrida para o Ortotrauma de Mangabeira, e o acusado levado para a 2ª Delegacia Distrital.

Populares que passavam pelo local e comerciários das lojas ao redor do acontecimento interviram e quase lincharam o motorista. A Polícia foi acionada e evitou que o acusado fosse agredido, mas não evitou que seu carro fosse arranhado e tivesse os retrovisores quebrados.

 

Wscom com fotos de Aguinaldo Mota