BESSA GRILL
Início » Cidades » Marcado para o próximo dia 25 novo leilão da Polyutil, já que o primeiro não obteve sucesso

Marcado para o próximo dia 25 novo leilão da Polyutil, já que o primeiro não obteve sucesso

21/11/2013 07:05

 

TJTO leilão do prédio sede da Polyutil realizado ontem pela Justiça Federal não obteve sucesso, por falta de compradores. Um novo leilão está marcado para o dia 25 de novembro, quando o imóvel poderá ser arrematado por qualquer valor. O leiloeiro oficial Leandro Prudente explicou que geralmente no primeiro leilão não aparecem compradores. “Na 2ª praça o bem poderá ser adquirido com um desconto de 50%”, afirmou.

 

A Polyutil, que fica localizada no Distrito Industrial de João Pessoa, tem uma dívida de R$ 55 milhões com a Fazenda Nacional. Os bens penhorados são para pagar uma parte da dívida, no valor de R$ 18 milhões. O imóvel está avaliado em R$ 14 milhões.

 

Na década de 90, os donos da Polyutil estiveram envolvidos no “escândalo da Fazenda Nacional”. A empresa, segundo o Ministério Público Federal, usou ex-procuradores da Fazenda Nacional da Paraíba para reduzir ou cancelar ilegalmente débitos tributários referentes a 32 inscrições na Dívida Ativa da União. Dessa forma, o débito foi reduzido, sem motivos e de forma irregular, diz a denúncia, passando de R$ 4,4 milhões para apenas R$ 38,7 mil.

 

Alguns débitos foram reduzidos para 10% do valor, outros, para 1%, e alguns, para 0,1%. Segundo a denúncia, após as reduções, a empresa efetuou os pagamentos, o que permitiu a “regularização” da sua situação. A redução ocorreu em 1997, 1998 e 1999. Em 2006, a Justiça Federal condenou Antônio Tavares de Carvalho, Antônio Carlos Costa Moreira da Silva (ambos ex-procuradores da Fazenda Nacional), Ricardo Cézar Ferreira de Lima, Edson de Mendonça Rocha (dois ex-servidores do órgão) e o comerciante José Ronaldo Alves Teixeira, por envolvimento no esquema.

 

 

Jornal da Paraíba