BESSA GRILL
Início » Notícias » Manifestantes fazem nova vigília pela renuncia de Marco Feliciano

Manifestantes fazem nova vigília pela renuncia de Marco Feliciano

2/04/2013 00:15

Cerca de 50 pessoas se reuniram em frente ao Congresso Nacional na noite desta segunda-feira (1º) para fazer uma nova vigília pra pedir a renúncia do deputado Marco Feliciano (PSC-SP). Com velas e cartazes, eles pediram que o parlamentar deixe o comando da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.

Manifestantes fazem vigília pela saída de Marco Feliciano, que levantou nova polêmica ao dizer que comissão era dominada por "Satanás" (Foto: Nathalia Passarinho/G1)Manifestantes fazem vigília pela saída de Marco Feliciano, que levantou nova polêmica ao dizer que comissão era dominada por “Satanás” (Foto: Nathalia Passarinho/G1)

Desde sua indicação para comandar o colegiado, Feliciano é alvo de protestos que o acusam de  homofobia e racismo. A nova polêmica veio à tona nesta segunda, com a declaração, num culto no fim de semana, em que o deputado, também pastor, afirmar que a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, “até ontem era dominado por Satanás”. A  pressão já havia crescido após o deputado ter divulgado vídeo que equipara as manifestações a “rituais macabros”.

Durante o ato na Câmara, vários manifestantes criticaram a decisão de Feliciano em permanecer na comissão. “A ideia é continuar na oposição ao Feliciano. É mais um ato pacífico contra a religião no Estado. Vamos continuar até que ele saia”, disse a estudante Letícia Figalho.

Para o estudante Antouan Monteiro, a declaração de Feliciano de que a Comissão de Direitos Humanos era “comandada por satanás” demonstra que o deputado não é “equilibrado”.

“Queremos a destituição do pastor. Ele não representa a luta pelos direitos dos homossexuais e dos negros, nas minorias. A declaração de que a comissão era comandada por satanás demonstra que ele não é moderado, que destila ódio”, disse.

Na segunda passada (25), manifestantes fizeram a primeira vigília pela renúncia. Impedidos de entrar na área interna do Congresso, permaneceram na entrada coberta de veículos, por causa da chuva.

Manifestantes acenderam velas e levaram cartazes para pedir saída de Marco Feliciano (Foto: Fabiano Costa/G1)Manifestantes acenderam velas e levaram cartazes para pedir saída de Marco Feliciano (Foto: Fabiano Costa/G1)