BESSA GRILL
Início » Esportes » Libertadores 2013

Libertadores 2013

31/01/2013 02:34

libertadores2013

 

SÃO PAULO SOFRE VIRADA PARA O BOLÍVAR 

Bolívar
4
3
São Paulo

 

são pauloO São Paulo só mostrou dificuldades em enfrentar a altitude de mais de 3 mil metros de La Paz, na Bolívia, no segundo tempo. A equipe teve um começo avassalador, fez dois gols em 15 minutos e deu mostras de que golearia o adversário após abrir 3 a 0 antes dos 35 minutos do 1º tempo. Na etapa final, no entanto, a marcação deixou de ser eficiente, a criatividade sumiu, e o placar terminou em 4 a 3 para os bolivianos. Com o placar somado do primeiro jogo, o agregado termina em 8 a 4 para os brasileiros, que garantem a vaga na fase de grupos. Mesmo assim, os donos da casa fizeram questão de gritarem, em coro, “olé”.

O destaque fica para Jadson, que deu duas assistências e ainda marcou um gol em mais uma ótima partida do camisa 10, que se consolida cada vez mais na briga contra Paulo Henrique Ganso para ser o meia titular da equipe no esquema 4-3-2-1 de Ney Franco.

Agora, o time de Ney Franco volta a se concentrar para o Campeonato Paulista, para a partida diante do Santos, na Vila Belmiro, marcada para domingo. Na Libertadores, a estreia na próxima etapa está marcada para o dia 13 de fevereiro, diante do Atlético-MG, em Minas Gerais, às 22h. Arsenal de Sarandí e The Strongest completam o grupo.

Após susto com divisórias da Arena, Grêmio avança nos pênaltis

Grêmio
1
0
LDU

 

gremio_queda_O Grêmio pressionou o tempo todo, tanto insistiu que venceu a LDU por 1 a 0, nesta quarta-feira, no primeiro jogo oficial da nova Arena. O resultado levou a decisão da vaga para a fase de grupos da Libertadores para os pênaltis. Brilhou o goleiro Marcelo Grohe, que defendeu a cobrança de Morante e o Grêmio venceu por 5 a 4. Na comemoração do primeiro gol do jogo, a divisória entre arquibancada e campo não resistiu a avalanche da torcida e se quebrou. Cerca de 10 caíram no fosso, oito acabaram feridos.

O Grêmio dominou o jogo desde o começo. Atrás no placar, a necessidade de sair ao ataque para marcar duas vezes obrigou ações, às vezes, precipitadas. Cruzamentos em demasia encontraram poucas vezes Marcelo Moreno. Vargas foi um dos destaques do setor ofensivo gremista.

A LDU, por sua vez, não teve vergonha alguma em somente se defender. O time equatoriano postou cinco jogadores em linha na zaga, três volantes, um meia e um atacante. Postado do meio para trás, foi pressionado, mas não sofreu grande ameaça.

Aos 25 minutos, Marcelo Moreno ganhou dividida com a zaga e a bola ficou para Vargas. De fora da área o chileno chutou cruzado e por pouco que o Grêmio não abriu o placar. Foi para fora. Empenhado, o chileno seguiu vencendo a maioria das jogadas.

Mas o domínio da posse de bola não se refletiu em chances de gol. O Grêmio terminou o primeiro tempo sem nenhuma oportunidade clara e mostrou sinais de nervosismo. Reclamações com o árbitro e jogadas em que o lançamento foi antecipado ditaram o ritmo na Arena. O 0 a 0 seguiu e restavam 45 minutos para fazer dois gols. “O time deles veio para não jogar. Não querem bater lateral e o goleiro não repõe a bola. Está muito difícil”, disse Zé Roberto ao deixar o gramado ao fim do primeiro tempo.

Vanderlei Luxemburgo foi pro tudo ou nada no segundo tempo. De uma vez só, o treinador promoveu as entradas de André Lima e Willian José nos lugares de Fernando e Marcelo Moreno.

Não forma muitas, mas as chances aumentaram. Aos 15, Elano bateu falta e obrigou o goleiro Dominguez a uma difícil defesa. No escanteio, Bressan entrou sozinho e chutou por cima. Mas demorou pouco. Elano, aos 17, acertou um chute em curva de fora da área e colocou na rede.

Na comemoração do gol, a tradicional avalanche do Grêmio acabou mal. A divisória da arquibancada com o campo rompeu e torcedores caíram no fosso. Cerca de cinco precisaram de atendimento médico. O jogo parou por cerca de sete minutos.

O clima esquentou. No fim da partida, Hurtado acertou com o joelho na cabeça de Jean Deretti e levou o cartão vermelho direto. Restava pouco tempo, mas o Grêmio ficou com um jogador a mais. Mas não houve tempo para mais ações do placar. Placar de 1 a 0, decisão nos pênaltis.

Nos pênaltis

André Lima abriu a série para o Grêmio e marcou. Saritama marcou para LDU. Saimon errou o segundo pênalti gremista. Vitti colocou os equatorianos em vantagem. Willian José igualou o placar novamente. Reasco acertou a trave e recolocou o Grêmio no jogo. Pará marcou para o Grêmio. Velez empatou novamente o placar. Vargas fez o quatro gol gremista. Canutto marcou também para LDU. Alex Tellez fez o quinto. Morante bateu e Marcelo Gorhe defendeu.