BESSA GRILL
Início » Esportes » Jogador de 18 anos morre após sofrer mal súbito em campo, no Peru

Jogador de 18 anos morre após sofrer mal súbito em campo, no Peru

Yair Clavijo tem parada cardiorrespiratório nos minutos finais de duelo contra os reservas do Real Garcilaso, em Cuzco, a 3.400 metros de altitude

21/07/2013 21:37

yairclavijo_sportingcristal_facebookUm jovem jogador do Sporting Cristal morreu após sofrer um mal súbito em campo neste domingo, durante partida entre os reservas da equipe e o Real Garcilaso, em Cuzco, no Peru. Yair Clavijo, de 18 anos sofreu uma parada cardiorrespiratória aos 43 minutos do segundo tempo, recebeu os primeiros socorros, mas morreu a caminho do hospital.

O clube lamentou a morte do jogador através de nota oficial e garantiu que os exames médicos pelos quais o atleta havia passado não acusaram nenhum problema. A seleção peruana também mostrou pesar pela notícia e ofereceu condolências através de sua conta no Twitter.

– O Club Sporting Cristal cumpre a dura tarefa de informar o falecimento de Yair José Clavijo Panta, jogador de 18 anos, pertencente ao time de reservas de nossa instituição, com contrato profissional desde janeiro de 2013 e que havia passado satisfatoriamente por todos os exames médicos necessários para a prática do futebol a nível profissional e que, além disso, havia sido recentemente convocado para a pré-seleção nacional sub-18. A prioridade do Club Sporting Cristal é dar todo o suporte necessário à família Clavijo nestes momentos difíceis. É uma perda irreparável para o Clube Sporting Cristal e damos as nossas mais sentidas condolências à família e amigos de nosso jogador – disse o comunicado do Sporting.

O treinador da equipe ficou tão abalado com a notícia que acabou desmaiando e precisou ser socorrido. O gerente geral do clube, Carlos Benavides, classificou o incidente como uma tragédia.

– Era um dos maiores talentos que tínhamos no Cristal. Era um jogador que tinha um futuro promissor. É uma tragédia. Estamos de luto no Sporting Cristal. É duríssimo, ainda não assimilamos – declarou.

Equipamento precário, diz dirigente

Por sua vez, o diretor Gustavo Zevallos acusou a organização da partida no Estádio Municipal de Urcos por não ter disponível o equipamento necessário para salvar a vida do atleta.

– A ambulância do estádio não tinha um desfibrilador, que é um elemento indispensável antes dos jogos da primeira (divisão) e dos reservas – disse o dirigente.

Altitude pode ter sido a causa

O estádio Muncipal de Urcos, em Cuzco, fica a 3.400 metros de altitude. Por sua vez, o Sporting Cristal tem sua sede em Lima, cidade situada praticamente no nível do mar. Desta forma, o debate sobre a prática de atividades físicas em altitudes muito elevadas foi reacendido com a morte de Yair.

– Por favor, até quando vamos seguir expondo os jogadores de futebol a jogar nestas condições de altura, em condições inapropriadas – desabafou o peruano Jefferson Farfán através de sua página no Facebook.

Do g1.