BESSA GRILL
Início » Notícias » João Pessoa registra três assaltos nesta quarta; Postos vão fechar as 18h

João Pessoa registra três assaltos nesta quarta; Postos vão fechar as 18h

21/08/2013 21:25

assalto posto

Uma onda de assaltos a estabelecimentos comerciais, a residências e a pessoas vem tomando conta de João Pessoa nos últimos dias. Só nesta quarta-feira, 21, até as 14h, foram registrados três assaltos a correspondentes bancários, supermercados e postos de combustíveis. No dias ontem 10 postos foram assaltos e os empresários do setor estão prometendo fechar os estabelecimentos às 18h por conta dos crimes.De acordo com informações do repórter Vinicius Henrique, da TV Arapuan, um supermercado e um posto de gasolina foram assaltados pelo mesmo bando por volta das 13h40. Antes disso, um correspondente bancário já tinha sido alvo dos bandidos no Ernani Sátyro.

No Bairro das Indústrias, dois homens armados em uma Bros vermelha invadiram o supermercado Aquarius e anunciaram o assalto. Eles ainda atiraram dentro do supermercado para amedrontar os funcionários. Na saída, os bandidos assaltaram o posto que fica em frente ao supermercado.

Existe a possibilidade dos mesmos homens serem os autores do assalto a um Pag Fácil no Ernani Sátyro. Já que lá também uma dupla de moto realizou o assaltos.

Assalto a postos

Em nota, o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindipetro-PB), informou que os postos de combustíveis passarão a fechar suas portas a partir das 18 horas, em João Pessoa. A decisão foi tomada depois que 10 postos foram assaltados somente na noite de ontem.

Confira a nota na íntegra:

Os postos de combustíveis passarão a fechar suas portas a partir das 18 horas, em João Pessoa. A decisão foi tomada pelos empresários do setor, após dez estabelecimentos terem sido assaltados na noite desta terça-feira, 20. A crescente onda violência e a total ausência do poder público motivaram a adoção da medida, considerada drástica e ao mesmo tempo necessária, considerando que até a primeira semana de agosto, mais de cem postos foram alvo da ação dos bandidos.

O Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindipetro-PB) informou que os empresários cansaram de esperar por uma resposta dos órgãos de segurança, apesar de todo o esforço no sentido de colaborar com as medidas de proteção aos estabelecimentos. “Nos reunimos várias vezes com as autoridades, pedimos e nos colocamos a disposição para ajudar, promovemos investimentos em segurança eletrônica, mas chega uma hora que não se pode mais agüentar tantos prejuízos”, comentou o presidente da entidade, Omar Hamad Filho.

Outra preocupação dos empresários, revelou o presidente do Sindipetro-PB, é com a vida de clientes e trabalhadores, já que muitas vezes os meliantes já chegam atirando para impor medo nas pessoas. “São cada vez mais audaciosos os registros”, destacou.

Em que pesem os investimentos em segurança privada realizados pelos empresários, os assaltos têm se multiplicado ao longo não foi suficiente para frear a ousadia dos bandidos, observa Omar Hamad Filho. “Antes esses meliantes chegavam e levavam só o dinheiro. Agora, muito mais armados, muitas vezes drogados e nervosos, chegam dispostos, inclusive, a matar”, comenta o presidente do Sindipetro.

O presidente do Sindipetro, Omar Aristides Hamad Filho, disse que os empresários estão dispostos a colaborar ainda mais com a segurança pública e esperam uma resposta nos próximos dias das autoridades. “Queremos colaborar e acreditamos numa solução conjunta para o problema”, finalizou.