BESSA GRILL
Início » Cidades » Jesus Cristo; chora com o sofrimento e a matança de ” Jumentos “.

Jesus Cristo; chora com o sofrimento e a matança de ” Jumentos “.

Jesus, o Mestre da Vida diz "Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra viverá e todo o que vive e crê em mim não morrerá eternamente. Crês isto?".. (Jo.11:25-26)

15/03/2014 07:57
jumento e cristoTEXTO PARA REFLEXÃO:JESUS E O JUMENTINHO
Momentos antes de Jesus entrar em Jerusalém chamou dois de seus discípulos e disse: “Ide à aldeia que está mais aí a frente, e aí, ao entrar, achareis preso um jumentinho em que nenhum homem ainda montou; soltai-o e trazei-o. E, se alguém vos perguntar: Por que o soltais? Assim lhes direis: Porque o Senhor há de precisar dele”.
Indo, acharam o animal como Jesus havia dito e, quando soltaram o jumentinho, seus donos lhes disseram: Por que soltais o jumentinho? Eles responderam: O Senhor há de precisar dele. Trouxeram-no a Jesus, lançando sobre ele as suas vestes e puseram Jesus em cima. E, indo Ele, estendiam no caminho as suas vestes.
Quando já chegavam perto do Monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, regozijando-se, começou a dar louvores a Deus em alta voz, por todas as maravilhas que tinham visto, dizendo: “Bendito o Rei que vem em nome do Senhor, Paz nos céus, e Glória nas alturas!” (Lucas 19:28-38).
Bem!Existe uma certa história sobre esse jumentinho que diz que quando ele voltou para casa, chamou a mãe e disse: “Mãe! Eu fui a Jerusalém e quando lá cheguei todos me aplaudiram, me davam louvores e até me chamavam de Rei!!!!”.
No outro dia, o jumentinho todo alegre e cheio de si resolveu voltar a Jerusalém para receber mais elogios. Chegando lá, parou na entrada da cidade e ficou esperando que as pessoas o notassem mais ninguém o fez. Resolveu então ficar no meio do caminho mas as pessoas o xingaram pedindo-lhe que saísse da frente. E , por fim, tentou chamar a atenção de alguém e acabou sendo chicoteado. Triste e decepcionado, voltou para casa e disse à sua mãe: “Mãe, hoje não foi como ontem, pois ninguém me deu atenção, nem me chamaram de rei e acabaram até me batendo! O que será que aconteceu?”
Sua mãe então respondeu: “Ora meu filho, sem Jesus você não passa de um jumentinho!”
A moral dessa história é bem fácil de ser entendida!
Quando o jumentinho tinha nele Jesus as pessoas se aproximavam, se alegravam e se admiravam não dele, mas de quem estava nele, pois quando ele não estava mais com Jesus ninguém mais o notava.
Assim também aconteceu conosco, pois da mesma maneira que Jesus escolheu aquele animal para estar nele e fazer a diferença no meio de todos, assim também Ele nos escolheu para entrar nos nossos corações e nos fazer diferente! As conseqüências disso é que muitos se aproximam, se alegram e se admiram não de nós, mas do Cristo que está em nós. Pois Ele mesmo disse: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada” (João 14:23).
Vivemos em um tempo em que muitas pessoas têm admiração por Jesus e suas palavras, mas servem a Deus apenas de lábios achando que ir a igreja aos domingos é o suficiente para estar bem com Deus, não é isso que Jesus quer de nós! Ele disse que devemos renunciar as nossas vontades, tomar a nossa cruz e o seguirmos. Essas são atitudes difíceis de serem tomadas, se fossem fáceis, todos seguiam a Cristo.
Ainda que seja um homem rico ou pobre, negro ou branco, com ou sem nenhuma cultura, do mais íntegro ao mais pecador, Jesus o chama para fazer nele morada, pois mesmo com dinheiro, diplomas, beleza ou fama, sem Jesus todos nós não passamos de um “jumentinho”.
                                                                                                                      Igor Jonilli