BESSA GRILL
Início » Notícias » Homem é assaltado, espancado e deixado sem roupa e feirante é alvejado a tiros,na Capital.

Homem é assaltado, espancado e deixado sem roupa e feirante é alvejado a tiros,na Capital.

8/05/2014 17:33

Homem é assaltado, espancado e deixado sem roupa pelos assaltantes na Capital-JP

Os bandidos parecem que não estão mais ficando satisfeito em roubar ou assaltar. Além de levar os pertences das vítimas, parte da bandidagem ainda quer humilhar o cidadão. Foi o que aconteceu na noite desta quarta-feira, no Parque Solon de Lucena (Lagoa) com um cidadão que espera a condução no ponto de ônibus. Ele foi assaltado, espancada e ainda deixado seminu pelos bandidos.

De acordo com informações colhidas pela Polícia junto a vítima que a reportagem não conseguiu identificar, o homem estava esperando o ônibus quando foi abordado por um trio, sendo dois homens e uma mulher. Eles levaram seu dinheiro e mais laguns objetos e passaram a lhe bater. Antes de ir embora, os assaltantes ainda levaram  bermuda da vítima, o deixando só de camisa.

Assaltado, espancada e seminu, a vítima encontrou uma viatura da Polícia, que o conduziu até em casa para vestisse uma roupa e em seguida para uma delegacia para registrar a ocorrência. Até o momento, o trio ainda não havia sido identificado e preso.

Feirante é atingido com dois disparos quando chegava em casa no bairro de Cruz das Armas

Feirante é atingido com dois disparos quando chegava em casa no bairro de Cruz das Armas

Ainda é um mistério para a polícia uma tentativa de assassinato  registrada na madrugada desta quinta-feira (8), em João Pessoa. O crime aconteceu no bairro de Cruz das Armas.

De acordo com a polícia, por volta das 2 horas, o feirante Paulo Sérgio, 32 anos, estava chegando em casa, na comunidade Alagoinha, quando foi abordado por dois homens que estavam numa moto traxx de cor preta.

Os desconhecidos não disseram nada e já foram atirando no comerciante. Ele foi atingido com dois disparos e socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.  Bayeux Jovem