BESSA GRILL
Início » Notícias » Governo exonera coordenador da Defensoria Pública preso por extorsão

Governo exonera coordenador da Defensoria Pública preso por extorsão

16/05/2013 17:07

 

Ato de exoneração publicado nesta quinta-feira (Crédito: Reprodução / DOE)

A edição desta quinta-feira (16) do Diário Oficial do Estado (DOE) apresentou a publicação de ato de exoneração do coordenador da Assessoria Jurídica da Defensoria Pública do Estado (DPE), André Herbert Cabral Borba. Ele foi preso no interior e um shopping da Capital, na tarde desta quarta-feira (15), pela Policia Civil com o apoio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

André Herbert é acusado por suposto crime de extorsão ao Banco Bom Sucesso. Ele teria solicitando quantia relevante para retirar multas aplicadas pelo Procon Estadual. A exoneração foi um pedido do Defensor Público Geral do Estado, Vanildo Oliveira Brito.

“Este é o procedimento que poderíamos fazer, já que não envolveu diretamente a idoneidade da instituição, pois foi uma conduta isolada de um funcionário. Agora, se no decorrer do inquérito houver a necessidade, nos posicionaremos”, disse Vanildo Oliveira.

O estranho é que André Herbert exercia o cargo comissionado de coordenador de Assessoria Jurídica da DPE, mesmo possuindo apenas a carteira de estagiário, que é concedida pela Ordem dos Advogados do Brasil. Ele também atuava como advogado.

Da Redação