BESSA GRILL
Início » Notícias »  Governador rebaixa mais uma vez delegado responsável pela Operação Cartola

 Governador rebaixa mais uma vez delegado responsável pela Operação Cartola

20/01/2019 17:54

Lucas Sá, delegado de Polícia Civil, responsável pela Operação Cartola

O governador João Azevêdo (PSB) publicou no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (14), a nomeação do delegado Lucas Sá para Delegacia Distrital de Cabedelo, uma espécie de rebaixamento na carreira.

A medida é vista por delegados e profissionais da segurança como retaliação ao delegado, já que Lucas Sá  foi o responsável pela Operação Cartola, que no final do ano passado denunciou um esquema de manipulação de resultados nos jogos do Campeonato Paraibano de Futebol.

Em conversas telefônicas, o ex-dirigente do Botafogo da Paraíba, Breno Morais, cita o interesse do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) em manipular o resultado do Botafogo e o Atlético Mineiro na Copa do Brasil. O assunto virou matéria do Esporte Espetacular da Rede Globo de Televisão e logo após a exibição da matéria, Lucas foi exonerado da Delegacia de Defraudações de João Pessoa.

Nas redes sociais, o deputado estadual diplomado, Wallber Virgolino (PATRI), acusou o governo de “lambança e perseguição” contra Lucas Sá. Em um trecho do texto, o futuro parlamentar escreveu que “todo mundo sabe que é perseguição por conta da Operação Cartola e ninguém faz nada”.

“Afundaram ainda mais o competentíssimo Delegado de Polícia Civil Lucas Sá, agora foi rebaixado à Delegado de Delegacia de Distrital. Agora vai ser vigia de Delegacia, apartar briga de bêbado e conciliar briga de vizinho, disse Virgolino.