BESSA GRILL
Início » Cidades » Exclusivo: Pastor Silas Malafaia: “Está na bíblia,pastor tem que ganhar muito bem”

Exclusivo: Pastor Silas Malafaia: “Está na bíblia,pastor tem que ganhar muito bem”

Estas afirmações foram formuladas pelo evangélico no programa "De frente com Gabi" do SBT

4/02/2013 03:14

Em entrevista concedida ontem à noite no SBT no programa em frente com Gabi, o pastor Silas Malafaia foi bastante contundente e enfático ao afirmar que está exarado na Bíblia Sagrada, que o pastor evangélico tem que ganhar muito bem,e que não tem dúvida que é um pastor diferente dos demais.

Mesmo sendo um país predominantemente católico, são 64,6% da população, o número de evangélicos está em crescimento e já soma 22,2% dos brasileiros, ante os 15,4% de uma década atrás.

Leia mais: bispo Edir Macedo é o pastor mais rico do Brasil com uma fortuna de US$ 950 milhões

 

Novo ranking FORBES traz as fortunas dos cinco pastores mais ricos do Brasil. A lista foi estimada segundo dados do Ministério Público e da Polícia Federal, assim como em reportagens publicadas na imprensa nacional.

Consultados, nenhum quis se pronunciar a respeito.

Valdemiro Santiago


Os pastores mais ricos do Brasil - 1 (© Edir Macedo Reprodução)
ReproduçãoMOSTRAR MINIATURAS
Anterior3 de 6Próxima

2º) Valdemiro Santiago

Igreja Mundial do Poder de Deus

Fortuna: US$ 220 milhões

3º) Silas Malafaia

Os pastores mais ricos do Brasil - 1 (© Edir Macedo Reprodução)
Getty ImagesMOSTRAR MINIATURAS
Anterior4 de 6Próxima

3º) Silas Malafaia

Assembleia de Deus

Fortuna: US$ 150 milhões

4º) R.R. Soares


Os pastores mais ricos do Brasil - 1 (© Edir Macedo Reprodução)
ReproduçãoMOSTRAR MINIATURAS
Anterior5 de 6Próxima

4º) R.R. Soares

Igreja Internacional da Graça de Deus

Fortuna: US$ 125 milhões

5º) Estevam Hernandes Filho e Sonia Hernandes

Os pastores mais ricos do Brasil - 1 (© Edir Macedo Reprodução)
ReproduçãoMOSTRAR MINIATURAS
Anterior6 de 6Próxima

5º) Estevam Hernandes Filho e Sonia Hernandes

Igreja Renascer em Cristo

Fortuna: US$ 65 milhões

 

Redação com MSN