BESSA GRILL
Início » Notícias » Exclusivo: Enfermeira-Chefe ” ELLEN ” do Hospital de Trauma promove verdadeiro terror durante plantão .

Exclusivo: Enfermeira-Chefe ” ELLEN ” do Hospital de Trauma promove verdadeiro terror durante plantão .

a enfermeira ELLEN, é useira e vezeira desse tipo de comportamento e nunca sofre qualquer punição.

10/12/2013 00:03

TraumaEnfermeira chefe do plantão desta noite de sábado (07) no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, conhecida por ELLEN, levada pelo excesso de prepotência e arrogância,  está promovendo verdadeiro terror naquela Casa Hospitalar. Familiares de pacientes que buscam atendimentos  naquele Hospital, estão revoltados com a maneira como essa profissional está se comportando, vez que trata mal as pessoas.

O filho de um profissional de imprensa sofreu acidente domestico e precisando de atendimento médico foi levado até ao Hospital de Trauma e a enfermeira ” Chefe ” ELLEN, apesar do jovem ter sido levado para a sala vermelha  e está sendo atendido a destemperada enfermeira  ” ELLEN “,proibiu o atendimento sob alegação que a palavra final era dela já que é a chefe do plantão e não admite ninguém desobedecer suas ordens. O  Dr. Ricardo, que se encontrava no momento autorizou ao atendimento, mesmo assim a enfermeira ELLEN,  continuou tumultuando o plantão o que chamou a atenção de várias pessoas que ali se encontravam, inclusive da equipe do Sistema Correio de Comunicação, que estava naquela Casa Hospitalar.

CONTUMAZ A CRIAR PROBLEMAS

Certa vez, um vereador do município de Mari, levou seu filho ao Hospital de Trauma, apresentando queimaduras de 1º e 2º graus e a referida enfermeira ELLEN, recusou-se em atender a vitima, apesar do Hospital de Trauma, ser um Hospital de referência em UTQ. O parlamentar mirim se viu na obrigação de ligar para um assessor do governador que resolveu o problema. Unanimemente todos os funcionários de plantão hoje a noite reclamam do péssimo atendimento da enfermeira ELLEN. Há quem diga que um político influente a mantem no Hospital e que a mesma não é do quadro funcional do Trauma e que essa destemperada e prepotente profissional  não sofre qualquer punição dos atos errôneos que pratica.