BESSA GRILL
Início » Esportes » Emerson lembra que Hebe também dava selinhos e reclama de preconceito

Emerson lembra que Hebe também dava selinhos e reclama de preconceito

20/08/2013 03:03

EMERSONO atacante Emerson, do Corinthians, reclamou da polêmica gerada depois de ele ter divulgado no domingo uma foto na sua internet dando um beijo nos lábios do seu amigo Isaac Azar, proprietário de um restaurante na região dos Jardins, na capital.

Nesta segunda-feira, cinco membros da torcida organizada Camisa 12 protestaram no CT do Corinthians com uma faixa com as frases: “V… não” e “vai beijar a p.q.p., aqui é lugar de homem”.

Ao participar do programa “Donos da Bola”, da TV Bandeirantes, Emerson falou sobre a sua foto divulgada na rede social Instagram.

“Em primeiro lugar, eu acho que o mundo do futebol é muito machista. Em nenhum momento, quero deixar bem claro, eu desrespeitei alguém e se alguém se sentiu desrespeitado peço desculpa”, afirmou.

Ele fez elogios ao seu amigo e disse que a brincadeira foi mal interpretada.

“O Isaac é um cara que tenho imenso carinho. Agrega muito à minha vida. É um amigão. É um queridão. A esposa dele está grávida de 9 meses. A galera levou pelo lado negativo. É um preconceito babaca.”

“Com todo respeito que tenho principalmente pelo torcedor corintiano, não estou chamando ninguém de babaca. O preconceito é que é”, continuou.

Emerson também lembrou que a apresentadora Hebe Camargo, morta em 2012, costumava beijar na boca seus entrevistados.

“A minha página no Instagram tem outras fotos como essa, eu dando selinho no meu filho Emerson, em duas amigas minhas. A Hebe beijava todo mundo”.

 

 

 

 

 

da Folha