BESSA GRILL
Início » Notícias » Em Campina:Adolescente detido três vezes no mesmo dia,assalta posto e capota carro após perseguição policial.

Em Campina:Adolescente detido três vezes no mesmo dia,assalta posto e capota carro após perseguição policial.

De acordo com o tenente-coronel Souza Neto, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, o menor infrator foi detido por três vezes nesta segunda-feira (02), após roubar três motocicletas, sendo uma no bairro de Bodocongó e duas nas Malvinas.

4/12/2013 03:59

 

adolescente preso várias vezesUm adolescente, de 15 anos, está realizando uma onda de assaltos na cidade de Campina Grande, localizada a 112 quilômetros de João Pessoa. Em menos de 48 horas, ele é apontado pela Polícia Militar, como responsável pelo roubo de quatros veículos e assalto a um posto de combustível, no distrito de São José da Mata.

De acordo com o tenente-coronel Souza Neto, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, o menor infrator foi detido por três vezes nesta segunda-feira (02), após roubar três motocicletas, sendo uma no bairro de Bodocongó e duas nas Malvinas. “Ele foi detido pela manhã e solto a tarde, depois foi pego novamente e solto, e a noite realizou mais um roubo”, ressaltou o comandante.

Já na manhã desta terça-feira (03), o adolescente, acompanhado de um comparsa também menor de idade, roubou um veículo de modelo Polo, também em Bodocongó e fugiu com direção à São José da Mata, onde realizou um assalto a um posto de combustível. Eles chegaram ao estabelecimento comercial e conseguiram roubar de um dos funcionários R$ 130.

Na noite desta terça-feira (03), quando retornavam para Campina Grande, após o assalto, os menores infratores foram perseguidos por policiais do 2º BPM e acabaram capotando o veículo e caindo em um barranco. Mesmo com o cerco policial, a dupla conseguiu fugir.

“Esse garoto foi reconhecido tanto pelas vítimas que tiveram os veículos roubados quanto pelo dono do posto. Nós apreendemos e infelizmente, ele é solto poucas horas após os delitos e permanece praticando crimes”, completou Souza Neto.