BESSA GRILL
Início » Notícias » Em Cabedelo; polícia registra dois assassinatos em menos de 24 horas.

Em Cabedelo; polícia registra dois assassinatos em menos de 24 horas.

plantão policial desta sexta-feira ( 28 ) na grande joão pessoa.

28/03/2014 20:06

Homicídio na praia do Poço, em Cabedelo

Homicídio na praia do Poço, em Cabedelo

Um homicídio foi registrado na tarde desta sexta-feira (28) no bairro de Poço, em Cabedelo. O jovem identificado como Wellington, foi alvejado com vários disparos de arma de fogo na praia do Poço, ao lado do “Bar do Marcão”. O crime ainda está sendo considerado um mistério pela polícia, pois, não se tem pistas dos criminosos nem tampouco o que tenha motivado . Há quem diga que a vitima já havia sido vitimas de outras tentativas e só hoje é que os criminosos terminaram o ” serviço “.

 

Presidiário é assassinado em Cabedelo; polícia prende acusados.

presidiárioA Polícia Militar apreendeu dois adolescentes acusados de matar a tiros, na tarde desta quarta-feira (26), Antônio Carlos Bezerra da Silva, de 28 anos, na comunidade Recanto do Poço, na cidade de Cabedelo. O suspeitos, que são irmãos, foram detidos por policiais da 6ª Companhia Independente no bairro de Camalaú, em menos de três horas após praticar o homicídio.
Os dois já haviam sido apreendidos no mês de dezembro por tentar matar a mesma vítima, conforme contou o comandante da 6ª Companhia Independente (Cabedelo), major Pablo Cunha. “Na época do fato, que ocorreu também na comunidade Recanto do Poço, conseguimos apreendê-los e eles passaram 45 dias cumprindo medida sócio educativa no CEA. Os dois foram liberados e nesta terça-feira conseguiram tirar a vida da vítima, mas realizamos mais uma vez nosso trabalho e fizemos a apreensão dos dois novamente”, ressaltou. 
Major Pablo contou que chegou até os suspeitos após receber informações no local do crime sobre as características dos autores. “Assim que realizamos os levantamentos no local do homicídio, colocamos uma viatura para realizar buscas no bairro de Camalaú, onde eles moravam, e conseguimos apreender os dois, que foram reconhecidos por uma pessoa que estava com a vítima no momento do fato”, contou.Os jovens tem idades entre 15 e 16 anos. Eles foram levados para a 7ª Delegacia Distrital (Cabedelo), onde ficarão à disposição da Promotoria da Infância e Juventude.  Redação  com Secom-PB

 

 

 

 

 

 

 

 

Várias pedras estavam ao lado do corpo

A polícia ainda não identificou o homem assassinado na madrugada desta quinta-feira, 27, no bairro do Grotão, em João Pessoa. O delegado Paulo Josafá esteve no local, conversou com algumas pessoas, no entanto, não conseguiu informações sobre a autoria do crime.

O corpo do desconhecido foi encontrado no início da manhã com várias pedras ao lado do corpo.

Além de escoriações pelo corpo provocado por pedradas e tijolos, a perícia, segundo as informações, também identificou perfuração a bala.

A única informação levantada pela polícia foi que o homem assassinado era morador de rua e as pessoas que estavam no local, disseram que nunca tinha visto ele pela localidade

O homem aparentava ter cerca de 40 anos, trajava camisa quadriculada, calca marrom e estava com uma sacola nas costas e foi encontrado na rua por moradores da Rua da Cruz, na comunidade Taipa, bairro do Costa e Silva. O corpo estava em frente a um templo religioso.

De acordo com a polícia, a violência das pedradas foi tanta que a massa cefálica da vítima foi encontrada na parede de uma casa que fica a cerca de cinco metros do local do crime.