BESSA GRILL
Início » Esportes » Dunga descarta cargo ameaçado e pede paciência com a seleção brasileira

Dunga descarta cargo ameaçado e pede paciência com a seleção brasileira

Treinador vê início instável nas Eliminatórias da Copa como um processo natural. Brasil encara o Peru nesta terça-feira

17/11/2015 03:22
Dunga em entrevista coletiva na Bahia
André Mourão/MoWA Press

Dunga em entrevista coletiva na Bahia

Quatro pontos em três jogos. O início instável da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 se soma ao fiasco na Copa América e coloca Dunga na berlinda, pressão que deve piorar em caso de tropeço diante do Peru, na noite desta terça-feira, na Arena Fonte Nova. O técnico, no entanto, acha que o momento é de ter paciência com o elenco e descarta qualquer risco de ser demitido.

“Ameaçado? Não sei o motivo. Cobranças são normais em todas as profissões. Ameaçado é uma palavra muito forte neste momento. Estamos falando de um trabalho a longo prazo, não temos de pensar nisso agora”, avaliou o treinador, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, em Salvador.

Leia: Daniel Alves se emociona por realizar sonho do pai ao defender a seleção

“Precisamos ter calma e paciência. O torcedor precisa compreender isso. Não é novidade que encontramos adversários fortes nesses primeiros jogos. Importante agora é ir somando pontos. Também não é novidade que Eliminatórias exigem sacrifício. Será difícil assim até o fim. Precisamos de paciência”, ressaltou o treinador.

Dunga pede a compreensão da torcida, mas evita o contato com ela em Salvador. A seleção treinou nesta segunda em Pituaçu e vetou a presença de público e imprensa na maior parte da atividade. Cerca de 300 fãs tiveram acesso liberado, e os privilegiados aproveitaram o pouco tempo para comemorar e gritar o nome de alguns jogadores, principalmente o atacante Neymar. O jogador do Barcelona retribuiu o carinho e chutou para as arquibancadas uma das bolas usadas nos treinamentos.

O técnico também não deu pistas sobre a escalação que levará a campo contra o Peru. Expulso diante da Argentina, o zagueiro David Luiz deve ser substituído por Gil.

www.reporteriedoferreira.com Por Ig