BESSA GRILL
Início » Notícias » Dois assassinatos e três tentativas são registrados em poucas horas

Dois assassinatos e três tentativas são registrados em poucas horas

19/02/2015 11:22

 

121   0303030A quarta-feira (19) de Cinzas registrou mais vítimas da violência na Paraíba. Em João Pessoa, durante a noite, dois homens foram mortos a tiros. Um dos casos ocorreu no bairro São José, Zona Leste, enquanto o outro aconteceu em Mangabeira 1, Zona Sul. Também na Capital, um homem foi baleado no Centro e outro no bairro dos Ipês, Zona Norte. Também houve tentativa de homicídio em Sapé, na Zona da Mata.

No caso do bairro São José, segundo a Polícia Militar, o homem assassinado, de 30 anos, era ex-presidiário e já havia cumprido pena por homicídio. O crime ocorreu dentro do local onde a vítima residia. Um carro particular fez a condução para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, mas o homem já chegou sem vida.

Em Mangabeira, um jovem que aparentava ter cerca de 25 anos foi morto na Rua Maria C. Nóbrega, nas proximidades de uma escola estadual. Segundo o tenente Medeiros, do 5º Batalhão da Polícia Militar, a vítima não apresentava documentos de identificação e ninguém declarou conhecê-la na região.

“Pelas informações que colhemos, o jovem vinha em um veículo de cor preta, aparentemente um Ford Ecosport, quando foi baleado por outras pessoas que vinham no carro”, disse o tenente. O Instituto de Polícia Científica faria a perícia e procuraria identificar o jovem. O corpo seguiria para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal de João Pessoa, no bairro do Cristo Redentor, Zona Oeste.

TENTATIVAS DE ASSASSINATOS

temntativsd 00101Nas três tentativas de homicídio registradas, todas as vítimas foram conduzidas ao ‘Trauma’ da Capital, mas a instituição ainda não havia divulgado boletim informativo com os respectivos quadros clínicos.

Uma das vítimas é um jovem de 26 anos que foi baleado no bairro dos Ipês com um tiro de espingarda calibre 12, segundo a PM. Outro ferido é um morador de rua que levou um tiro na perna no Centro da Capital, em um local popularmente conhecido como ‘Cracolândia’, nas proximidades do cemitério Senhor da Boa Sentença. A polícia não tinha informações detalhadas sobre como os fatos ocorreram. O último, de 40 anos, sofreu atentado no município de Sapé, na frente do local onde reside. A PM informou que ele é conhecido por pequenos delitos na região e o caso pode ter sido acerto de contas.

www.reporteriedoferreira.com