BESSA GRILL
Início » Notícias » Dilma rebate FHC e diz que Lula é ‘exemplo de estadista’

Dilma rebate FHC e diz que Lula é ‘exemplo de estadista’

4/09/2012 12:00

Em nota oficial divulgada nesta segunda-feira (3), a presidente Dilma Rousseff rebateu artigo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em que ele acusa o antecessor da presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, de deixar uma “herança pesada” para ela.

No texto, publicado neste fim de semana nos jornais “O Estado de S. Paulo” e “O Globo”, FHC cita o episódio do mensalão, a “desorientação da política energética” de Lula e a “crise moral” no primeiro ano de gestão de Dilma.

Para o ex-presidente, as sucessivas demissões de ministros envolvidos em irregularidades têm como pano de fundo a “obsessão por formar maiorias hegemônicas, enfermidade petista incurável”.

“Nem bem completado um ano de governo e lá se foram oito ministros, sete dos quais por suspeitas de corrupção. Pode-se alegar que quem nomeia ministros deve saber o que faz. Sem dúvidas, mas há circunstâncias”, escreveu FHC.

Na nota, Dilma critica os argumentos do tucano, e afirma ter recebido uma “herança bendita”.

“Não recebi um país sob intervenção do FMI ou sob a ameaça de apagão”, afirma a petista, citando episódios da gestão tucana na Presidência.

Para o assessor de FHC Xico Graziano, ao divulgar a nota, Dilma “passou o recibo”.

Em nota, o presidente do PSDB, Sérgio Guerra, criticou Dilma.

“Apesar de ter demitido quase metade dos ministros, de ter chacoalhado a Petrobras, ela faz de conta que não aconteceu nada. Faz de conta que os ministros que vieram do governo passado eram bons, que as práticas de antes eram limpas e que foi a força da gravidade que a fez mudar a diretoria da Petrobras, não a constatação de que a empresa ia e continua muito mal. Nós entendemos a presidente. O importante é que a senhora trabalhe direito e não fique apenas nas palavras”, afirmou o tucano.

 

 

 

 

da Folha