BESSA GRILL
Início » Notícias » Delegados da Polícia Civil podem deflagar greve na próxima segunda

Delegados da Polícia Civil podem deflagar greve na próxima segunda

8/11/2013 18:52

delegadosA Associação de Defesa das Prerrogativas do Delegado de Polícia da Paraíba (Adepdel) divulgou nota, nesta sexta-feira (08), no site da instituição, informando que os delegados da Polícia Civil da Paraíba podem entrar em greve a partir da próxima segunda-feira (11), em decorrência da recomendação 05 da Corregedoria do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), publicada no Diário de Justiça de 06 de novembro de 2013.

 

Os delegados entendem que a recomendação do TJ autoriza que os juízes do Estado recebam Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCO), confeccionados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo a Adepel, estas atribuições são dos delegados da PC e não da PRF”.

VEJA A NOTA A ADEPDEL

A Associação de Defesa das Prerrogativas do Delegado de Polícia da Paraíba, vem, por meio desta, EXTERNAR MANIFESTA E TOTAL IRRESIGNAÇÃO com a Recomendação número 05 de 2013 da Corregedoria Geral de Justiça da Paraíba, publicada no Diário de Justiça de 06 de Novembro de 2013, por entender que as atribuições dos Delegados de Polícia foram afrontadas e desrespeitadas, além de ir de encontro à legislação vigente, em especial da lei 12.830 de 2013.

Os Delegados de Polícia Civil foram atingidos no seu íntimo, pois vêm empregando suas atividades com louvor, conquistando reconhecimento na sociedade, como consequência das grandes operações realizadas e sucessivas leis que lhe asseguram autonomia, a exemplo da mencionada lei 12.830 de 2013. Diante da total insatisfação com a Recomendação 05 de 2013, a ADEPDEL convoca todos os DELEGADOS DE POLÍCIA CIVIL DA PARAÍBA para comparecerem à Secretaria de Segurança, no dia 11 de Novembro de 2013, às 11 horas, para fazer as seguintes deliberações:

1- GREVE;
2- SUSPENSÃO DAS OPERAÇÕES COM A PRF e outras Instituições, salvo no tocante à POLÍCIA FEDERAL;
3- FISCALIZAÇÃO E AUTUAÇÃO, MEDIANTE INQUÉRITO POLICIAL, DE POSSÍVEIS USURPAÇÕES DE FUNÇÕES;
4- RETIRADA DA POLÍCIA CIVIL DO PROGRAMA BRASIL MAIS SEGURO, DO GOVERNO FEDERAL;
5- RETIRADA DA POLÍCIA CIVIL DA CÂMARA DE ARTICULAÇÃO COM O JUDICIÁRIO.

João Pessoa, 08 de Novembro de 2013.

Cláudio Marcos Romero Lameirão

Presidente da ADEPDEL.