BESSA GRILL
Início » Cidades » Decisão da Aneel poderá amenizar reajuste da conta de luz na Paraíba

Decisão da Aneel poderá amenizar reajuste da conta de luz na Paraíba

Agência determinou à área técnica que submeta à diretoria a retificação dos reajustes tarifários de 2015.

1/04/2015 10:04

 

201504010938240000001181Ao aprovar nessa terça-feira (31) um valor para as cotas mensais da Conta de DesenvolvimentoEnergético (CDE), com o objetivo de amortizar as operações de crédito para a energia adquirida no mercado regulado, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) criou condições para amenizar o reajuste tarifário de sete distribuidoras de energia elétrica localizadas na Paraíba, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Com a decisão, a diretoria da Aneel autoriza que o valor total da CDE destinado à amortização das contratações de energia regulada (R$37,4 bilhões) seja dividido em “cotas mensais de acordo com o mercado cativo de cada concessionária”. A partir dessa decisão, a agência determinou à área técnica que submeta à diretoria da agência a retificação dos reajustes tarifários de 2015 das empresas Energisa Borborema, da Paraíba; Ampla; CPFL Jaguari; CPFL Mococa; CPFL Santa Cruz; Companhia Paulista de Energia Elétrica e Companhia Sul Paulista de Energia.

No dia 10 de março, quando o reajuste foi aprovado, o diretor da Aneel, Romeu Rufino, disse que a Ampla seria “caso único”, diferenciado, por não ter participado do processo de revisão extraordinária. “Com isso, foi um dos processos que tiveram os menores reajustes no ano passado.”

A energia contratada no mercado regulado – Conta no Ambiente de Contratação Regulada – tem por finalidade cobrir gastos das distribuidoras entre fevereiro e dezembro de 2014 com a exposição involuntária no mercado de curto prazo e com o despacho de usinas térmicas acionadas para compensar as baixas nos reservatórios das usinas hidrelétricas.

www.reporteriedoferreira.com