BESSA GRILL
Início » Notícias » Corpo de Ellen segue no IPC; confirmação sobre abuso sexual sai até o fim do mês

Corpo de Ellen segue no IPC; confirmação sobre abuso sexual sai até o fim do mês

25/04/2013 17:00

Após mais de 3 meses a espera de notícias sobre o paradeiro da filha, os pais da estudante Fernanda Ellen, ainda não tiveram a oportunidade de se despedir da filha e lhe proporcionar um funeral. É que o corpo da estudante ainda se encontra no Instituto de Polícia Científica aguardando a chegada dos resultados dos exames do Laboratório Forense. Os exames servirão para atestar se a menina sofreu violência sexual ou não e confirmar a causa da morte.

O Instituto de Polícia Científica ainda não tem previsão para a liberação do corpo de Fernanda. A informação é da assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança e Defesa Social

A divulgação do resultado dos exames, tanto na Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal e também no Laboratório Forense está agendada para no máximo no final deste mês, ou seja, na próxima semana.

A única divulgação feita pelo IPC foi a de que realmente o corpo encontrado em cova rasa na casa do homem que confessou ter matado a criança era oficialmente o de Fernanda Ellen.

A causa da morte e a possibilidade da garota ter sido vítima de violência sexual devem constar dos laudos a serem divulgados.

Fernanda Ellen, de 11 anos, havia desaparecido no dia 7 de janeiro deste ano. Ela havia saído de sua residência por volta das 15h dizendo a sua mãe que iria ao colégio para saber se havia sido aprovada. A estudante foi vista pela última vez, sorrido, saindo do colégio. Ela desapareceu no trajeto entre a escola e sua residência.

Após buscas, distribuição de panfletos, manifestações, carreatas e até a solicitação de investigação por parte da Polícia Federal, o caso chegou ao final no final da tarde do dia 8 deste mês, após uma garota de programa identificar o suspeito que estava na frente de casa. Policiais que estavam com a mulher chamaram o homem, mas ele correu para dentro de casa e ainda tentou fugir.

Preso, Jefferson de Souza Oliveira resolveu confessar o crime e revelou o local onde o corpo de Fernanda Ellen estava enterrado. No quintal de sua casa, menos de 20 metros da residência da estudante.