BESSA GRILL
Início » Notícias » Cássio não descarta candidatura ao Governo, critica obras inacabadas de Ricardo Coutinho e elogia Senador Vitalzinho

Cássio não descarta candidatura ao Governo, critica obras inacabadas de Ricardo Coutinho e elogia Senador Vitalzinho

No sertão Cássio também manda população cobrar de Ricardo implantação do IML.

2/12/2013 02:56

 

No Sertão, Cássio não descarta candidatura ao Governo, critica obras inacabadas de Ricardo Coutinho e elogia Senador Vitalzinho

Cássio esteve em Sousa (Foto: Arquivo)

O Senador Cássio Cunha Lima esteve neste final de semana no Sertão da Paraíba, onde participou do I Fórum de Direito Constitucional realizado pelo M.E.I.O (Movimento Estudantil Independente Organizado), entidade representativa da Universidade Federal de Campina Grande, campus da cidade de Sousa.

Após o evento, o Senador falou a reportagem da TV e portal Diário do Sertão sobre vários assuntos entre eles sobre a possibilidade de uma candidatura no ano que vem ao Governo do Estado.

Segundo Cássio, nada está decidido em relação a 2014 e admitiu a possibilidade de ser o candidato a governador pelo PSDB, pois as indicações giravam em torno do seu nome, ressaltando porém, que tudo dependia ainda de um entendimento do próprio PSDB e que a possibilidade de manutenção de aliança com o atual governador Ricardo Coutinho também não está descartada. Segundo ele, o partido no qual faz parte, está entre duas teses: Mantém a aliança ou lança candidatura própria.

“É claro que eu fico lisonjeado com essa lembrança, fico agradecido com todas essas manifestações, mais nós vamos fazer uma discussão interna do partido a partir do ano que vem e vamos deliberar sobre isso”, afirmou o Senador Cássio.

Impressionado 
Perguntado como ele ver alguns obras na Paraíba que estão sendo conduzidas pelo Governo do Estado a passos lentos, a exemplo da torre da Igreja Católica de Sousa e a rodovia da produção que deixou várias pendências, o Senador Cassio se mostro admirado, pois segundo ele, essas obras foram iniciadas no seu governo e até agora não foram concluídas. “Precisamos cobrar sempre, todo governo tem que ser alvo de cobrança, por exemplo, a obra da torre da igreja começou no meu governo e fico impressionado que ela não esteja concluída, acredito que o Governador Ricardo vai fazer a parte dele e é natural que as cidades, as comunidades reclamem e cobrem daquilo que precisa ser melhorado”.

IML
Falando sobre o IML para cidades de Cajazeiras ou Sousa, Cássio lembrou que o Movimento dos amigos de Cajazeiras já tinha feito esse pedido quando da sua última vista a Terra do Padre Rolim. Segundo ele, está impedido de alocar recursos via emenda parlamentar através do Senado para este tipo de equipamento, pois a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentarias) não permite alocação de recursos para construção deste tipo de equipamento público. “O IML é muito importante e tenho plena certeza das dificuldades que as cidades do Alto Sertão enfrentam pela ausência do IML na região, tendo que se deslocar até a cidade de Patos, mas infelizmente como Senador, através das emendas parlamentares que seria o instrumento mais eficaz eu estou impedido de ajudar na construção por força de lei, mas vamos continuar cobrando do Governo do Estado para que a população do Alto Sertão possa ser atendida”.

Elogios a Vitalzinho 
Durante a entrevista, Cássio rasgou elogios ao Senador Vital do Regô Filho (PMDB) e exaltou a possibilidade e a importancia do paraibano Vital assumir o Ministério da Integração. “Ficaria extremante feliz em ver o Senador Vital assumindo o Ministério da integração”. Finalizou.

Opinião
O que chama a atenção é que o discurso do Senador mudou muito do começo de 2013 para cá. Antes ele ressaltava a importância da aliança com Ricardo, mais hoje diz que a decisão é do partido, e que o resultado final a respeito do assunto só sairia mesmo em 2014.

Assista na íntegra entrevista concedida ao repórter da TV Diário do Sertão, Jackson Queiroga:

Redação com Diário do Sertão