BESSA GRILL
Início » Notícias » Cantor gospel dá ‘carteirada’ para ficar em reunião fechada de Feliciano

Cantor gospel dá ‘carteirada’ para ficar em reunião fechada de Feliciano

11/04/2013 11:30

Derrotado pelas urnas na disputa por uma vaga como deputado estadual por Goiás em 2010, o cantor gospel Mattos Nascimento deu uma ‘carteirada’ nesta quarta-feira (10) para não ser expulso pela Policia Legislativa da Câmara Federal da sessão plenária da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, presidida pelo deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP).

Leia mais: Feliciano volta a fechar reunião, mas pastores ficam

Caetano: Feliciano espera ‘reconhecimento’ do cantor por hospital na Bahia

Vídeo de Feliciano: Feliciano atribui sucesso de Caetano ao diabo

Divulgação

Mattos Nascimento se passou por deputado para não ser expulso de plenário

Sem terno e gravata, o cantor ocupou uma das cadeiras destinadas somente a deputados e, quando Feliciano ordenou aos policiais para conterem manifestantes, a segurança tentou retirar o cantor. Foi então que Nascimento, que usava camiseta vermelha e jaqueta jeans azul, sacou uma carteira do bolso e mostrou para os policiais.

A reportagem do iG se aproximou do cantor e ele mostrou a carteira com o brasão da República, documento herdado de quando foi deputado federal pelo Rio de Janeiro entre 1999 e 2003. Filiado atualmente pelo PP, ele também foi vereador no Rio (1997-1999) e disputou vaga de deputado distrital em Brasília.

Feliciano ao iG: ‘Nunca perdi o controle da comissão’

Leia mais: Presidente da Câmara cobra ‘comportamento decente’ de Feliciano

Nascimento afirmou ainda que era parlamentar licenciado. “Eu sou deputado, mas prefiro ficar viajando. Aí, eu deixo o suplente ficar quatro anos”, disse, completando que pretendia retomar o suposto cargo porque “a coisa agora era diferente”, em referência a Feliciano.

O cantor integrou o coro dos partidários de Feliciano. Ele segurou papel impresso no qual se lia “Fica Feliciano”. Nascimento foi abordado por três policiais legislativos e, para todos, mostrou a carteira de ex-deputado como sendo atual.

Embora sua presença tenha sido comemorada por integrantes da bancada evangélica que o abraçaram em plenário, apesar da presença irregular do cantor, houve ponderação do deputado Pastor Eurico (PSB-PE) quando questionado sobre Nascimento. “Se ele esteve no plenário, foi errado. Ele é ex-deputado e não pode”, afirmou ao iG .

Agência Câmara

Feliciano decide fechar reunião após protesto de manifestantes

Letícia Sabatella: ‘Feliciano é uma bênção de Deus. É um mal que vem para o bem’

Leia também: Ministra publica moção de repúdio contra Feliciano

Vídeo: Feliciano diz que Comissão de Direitos Humanos era dominada por ‘satanás’

Reunião fechada: ‘Me sinto realizado. Democracia é isso’, diz Feliciano

Pastores

A sessão de hoje Comissão de Direitos Humanos e Minorias teve de ser fechada , a pedido de Feliciano, após embate entre manifestantes. Os integrantes do grupo de trabalho mudou de plenário, no qual apenas deputados, servidores e jornalistas podiam entrar. Apesar da proibição aos demais interessados, um grupo de pastores pôde entrar com aval de parlamentares .

Os religiosos participam, em Brasília, da 41º Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil. Feliciano recebeu uma moção de apoio da convenção, que escolhe amanhã o presidente nacional da Assembleia de Deus.

Ig